Menu
SADER_FULL
domingo, 9 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Operação Esculápio

PF faz operação em 14 Estados contra diplomas falsos de medicina

A ação combate um esquema de uso de diplomas e documentos falsos de medicina no País.

18 Out 2013 - 07h43Por Terra

Policiais federais participam na manhã desta sexta-feira da Operação Esculápio em 14 Estados: Mato Grosso, Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo. A ação combate um esquema de uso de diplomas e documentos falsos de medicina no País. 

​Ao todo, foram cumpridos 41 mandados de busca e apreensão expedidos pela 7ª Vara Criminal da Justiça Federal de Mato Grosso. De acordo com o delegado responsável pela investigação, Guilherme Augusto Campos Torres Nunes, a denúncia foi feita pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). "São diplomas que foram comprados na Bolívia e seriam usados para a pessoa clinicar no Brasil e há a suspeita de que alguns teriam solicitado o ingresso no Mais Médico", informou, explicando que o programa do governo federal não autoriza o ingresso de profissionais formados na Bolívia. 

Os detentores dos diplomas falsos teriam se inscrito no Revalida - exame que autoriza a atuação de médicos graduados no exterior no País. Em contato com as universidades bolivianas Universidad Nacional Ecológica (UNE), Universidad Técnico Privada Cosmos (Unitepc) e Universidad Mayor de San Simon (UMSS), a UFMT confirmou que dentre os inscritos, 41 nunca foram alunos ou não concluíram a graduação nessas instituições. 

Ao analisar os documentos encaminhados pela universidade mato-grossense, a Polícia Federal constatou que, destes 41, 29 foram representados por cinco advogados ou despachantes, que teriam sub-rogado outras pessoas para realizar a inscrição dos supostos médicos. Os investigados responderão pelos crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica. "O próximo passo vai ser interrogar e juntar a documentação para indiciá-los por falsidade e identificar o fraudador na Bolívia com base nos interrogatórios que estamos fazendo, para em seguida acionarmos as autoridades cabíveis", completou Nunes. 

A operação foi batizada em razão de que Esculápio é o Deus da medicina e da cura na mitologia greco-romana. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - LUTO
Vítima de acidente não resiste e morre, Cida Lima era professora da REME de Fátima do Sul
CRUELDADE
Menino ficava de castigo por até nove horas ajoelhado em grãos de trigo
FATALIDADE
Restos mortais de adolescente são achados dentro de crocodilo de 4,3 metros
FALSIFICAÇÃO
Nota falsa de R$ 200 começa a circular
ASSASSINATO
Moradores encontram corpo de jovem executado com vários tiros em MS
SONHO DESFEITO
Casal morto em acidente trocava juras de amor e comemorava um ano de namoro em MS
FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
OBSESSÃO
Dono incendeia supermercado para acabar com o Coronavírus
ASSASSINATO
Homem mata amante da esposa após o perseguir pela rua
JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí