Menu
SADER_FULL
quarta, 15 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
PROVA DO CRIME

Papagaio repete as últimas palavras de mulher assassinada e é usado como prova do crime

O animal de estimação presenciou o estupro e assassinato de sua cuidadora

26 Mai 2020 - 13h45Por Ric Mais

Um crime brutal que chocou a Argentina em 2018 irá contar com uma prova inusitada durante o julgamento dos acusados: o papagaio da vítima que repetiu as últimas palavras da mulher assassinada – “AÍ, não, por favor, deixe-me ir – para um policial. 

De acordo com a polícia, Elizabeth Toledo, 46 anos, foi estuprada e morta dentro da sua própria casa por Miguel Saturnino Rolon, 51, e Jorge Raul Alvarez, 62, no dia 30 de dezembro de 2018. Na ocasião, o animal de estimação da vítima teria presenciado o crime e quando os policiais já estavam no local começou a “gritar” o pedido de piedade feito por sua cuidadora aos assassinos.

Papagaio repete palavras de mulher assassinada na cena do crime

Conforme o relato do policial, ele estava de guarda do lado de fora da cena do crime quando ouviu algo que parecia ser o um grito de mulher vindo do interior da residência. Ao olhar para dentro, viu apenas o corpo de Toledo nu e coberto de hematomas, e o papagaio verde na gaiola.  

Tanto o policial como os promotores do caso argumentam que aquelas foram as últimas palavras da vítima. As evidências também incluem o testemunho de um vizinho que alegou ter visto o papagaio repetir o truque em outro momento. Dessa vez, o animal teria dito “Por que você me bateu?”.

papagaio-repete-ultimas-palavras-mulher-assassinadaO PAPAGAIO REPETIU AS ÚLTIMAS PALAVRAS DA MULHER ASSASSINADA NA FRENTE DE UM POLICIAL. (FOTO: PIXABAY)

Além do papagaio, uma mordida encontrada no corpo de Toledo, que coincide com a arcada dentária de Rolon, e traços de DNA que ligam Alvarez ao crime também serão levados ao tribunal. 

À época do assassinato, Toledo vivia com três homens, entre eles Rolon e Alvarez, para os quais alugava quartos. Um deles chegou a ser considerado suspeitos, mas acabou descartado do caso. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME BÁRBARO
Polícia Civil prende “Cebolinha”, suspeito de matar dona de restaurante
CRUELDADE
Mulher passa oito dias com o namorado e filha sozinha em casa morre de fome
FATALIDADE
Instrutor de tiros morre após disparo acidental contra o próprio peito no dia do aniversário
TRUCULENCIA
'Achei que iria morrer sufocada como George Floyd', diz mulher negra que teve pescoço pisado por PM
ESTUPRO DE VUNERAVEL
Criança denuncia “o tio que colocou a pingola aqui” e homem é preso por estupro em Ivinhema
RIO BRILHANTE
Homem troca nudes com adolescente pelo Facebook e é chantageado por falsos policiais em MS
VIOLENCIA DOMESTICA
Vitima de assassinato em Dourados, residiu na Vila Novo Planalto, em Culturama
SOB INVESTIGAÇÃO
Homem morre após casa pegar fogo em Dourados
TRAGEDIA NO CONDOMÍNIO
Adolescente que matou amiga treina tiro esportiva há 3 anos com o pai
VIOLENCIA DOMESTICA
Mulher tem rosto desfigurado após ser agredida e pisoteada pelo marido bêbado