Menu
SADER_FULL
segunda, 1 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
HOMICIDIO X SUICIDIO

Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher

O pai matou filho esganado em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, na madrugada deste domingo (16).

18 Jun 2019 - 13h29Por RIC Mais

                           Neri da Rosa, de 37 anos, o pai que matou o filho cometeu o crime porque não se conformava com o novo relacionamento amoroso da ex-mulher. O pai matou filho esganado em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, na madrugada deste domingo (16). 

Segundo Job Freitas, superintendente da Polícia Civil, Neri já havia inclusive ameaçado a ex-companheira, da qual ele estava separado há cerca de seis meses. “Ele já sabia através de pessoas que ela teria uma outra pessoa. E queria pegar os dois juntos. Mas ela falou que o cara era forte, não tinha medo dele e estaria disposto a encará-lo se fosse necessário”, disse.
Davi Gabriel Franco da Rosa, de 4 anos, foi morto esganado pelo próprio pai que, na sequência, tirou a própria vida. Ao lado do corpo do homem a polícia encontrou uma carta com 20 páginas nas quais ele criticou a ex-mulher em quase sua totalidade. “Ele deixa tipo um diário para sua esposa, a condenando pelo fato absurdo que ele cometeu ao matar seu filho, uma criança, um anjo de quatro anos de idade”, explicou Freitas.
O filho é mencionado em uma única página, no fim, quando ele deixa claro suas intenções: “Nós dois trouxas [que seria ele e a criança] esperando por você e você só alegria, felicidade, prazer, tardes maravilhosas. Espero que tenham sido boas porque jamais terá isso [novamente]. Falei que ia acabar desgraçando a vida de sua família”, diz um trecho.
A carta foi recolhida pela Polícia Civil e será analisada e anexada ao caso. “São todas situações nessas 20 páginas de carta que nós estamos investigando e lendo para ver se tem mais alguém envolvido para dar maior clareza ao inquérito policial”, declarou ainda o superintendente.
De acordo com familiares, o relacionamento de Neri e a ex-esposa foi marcado por brigas e muitas confusões. Cansada, a mulher resolveu colocar um ponto final na relação, mas a situação não era aceita pelo homem.
Após a separação, Neri, que era mecânico industrial, costumava ficar com Davi durante os fins de semana. No sábado (15), ele buscou a criança e perguntou sobre a mãe do garoto, que não estava em casa. Em seguida, ambos seguiram para a casa do pai. 
No domingo, sem notícias do filho, a mãe de Davi foi até a casa da ex-sogra ao lado do irmão para ver o que estava acontecendo. Ao chegar lá, uma terrível surpresa: o pai matou o filho para se vingar pela separação.
O velório de Davi ocorreu na manhã desta segunda-feira (17) no Cemitério Jardim Guabirotuba.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO A ESCLARECER
AGORA: Jovem é morto por tiros de fuzil em MS
GLÓRIA DE DOURADOS - ASSALTO
Usando máscara, motoqueiro aponta arma para mulher e rouba celular em Glória de Dourados
FATALIDADE
Sindicato e alunos choram perda de diretora em Campo Grande: 'sigamos em oração'
LUZ DO DIA
Vídeo: Câmera flagra ladrão roubando bolsa neste sábado, de dia, em Dourados
ASSASSINATO EM MS
Amigos choram perda de casal assassinado na frente de filha de 3 anos em MS
ACIDENTE DE TRABALHO
Funcionário se joga de caminhão sem freio, mas morre atropelado
ASSASSINATO A ESCLARECER
Homem é executado com 6 tiros a 'queima-ropa' durante partida de futebol em MS
COVID-19
Delegacia de Ponta Porã é fechada após policiais testarem positivo para covid-19
INDIGNAÇÃO
Morte de homem negro asfixiado por policiais nos EUA gera indignação internacional
VICENTINA - DESAPARECIDO HÁ 73 DIAS
Desaparecido há 73 dias, família não perdeu a esperança de encontrar seu Manoel em Vicentina