Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 28 de fevereiro de 2021
SADER_FULL
Busca
campo grande

Pai é preso e polícia descobre que sequestro de bebê era pagamento de dívida de drogas

20 Nov 2013 - 08h59Por Mídia Max

Foram presos nesta terça-feira (19), o pai e a sequestradora da recém-nascida tirada da mãe,  no bairro Dom Antônio Barbosa, no último sábado (16). De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), as investigações apontam que o bebê seria entregue como pagamento de uma dívida de drogas.

A sequestradora relatou à polícia que foi presa em 2008, em Corumbá e que teria uma dívida de R$ 4 mil em drogas. A criança sequestrada seria o pagamento desta dívida. “É um crime ligado ao narcotráfico”, afirmou o delegado.

Conforme Lauretto, o pai Robson dos Santos Hoffmiester, 22 anos, nega as acusações, mas após o depoimento de Renata Silva de Jesus, 33 anos, há indícios de que ele planejou o sequestro e seria o responsável por intermediar a criança com os supostos bolivianos. “No momento, temos indícios e elementos suficientes para a prisão dele”, destacou.

Ainda segundo o delegado, a Polícia Civil irá apurar a possibilidade de Renata estar envolvida em outros casos de sequestros de bebês. Uma mãe, usuária de drogas, procurou a Justiça para informar que estaria negociando a venda de um bebê recém-nascido com uma mulher de nome Renata. Após o filho ter nascido, a usuária de drogas teria desistido da negociação e procurou a Justiça. O caso aconteceu em outubro deste ano.

Segundo Lauretto, os dois serão indiciados, por enquanto, pelos crimes de sequestro e cárcere privado, com pena de até cinco anos. Mas caso seja comprovado o envolvimento em outros casos de sequestro, eles podem também responder pelo crime de tráfico internacional de pessoas. “Existe indícios de que isso possa estar acontecendo”, pontuou.

A polícia espera também prender o marido de Renata, identificado como Carlos dos Santos, que também participou do sequestro. Conforme o depoimento, os dois estariam sendo coagidos para pagar a dívida de drogas.

O pai foi encaminhado para a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), e a sequestradora, para a 2ª DP de Campo Grande. O inquérito deve durar ainda dez dias, em que a polícia espera ouvir testemunhas e buscar informações das pessoas envolvidas.

 

Diego Alves
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PLANTÃO FÁTIMA NEWS DEU RUIM
DEU RUIM: Adolescente tenta assaltar PM de folga e morre em MS
CARCERE PRIVADO
Homem é preso por cárcere privado e violência doméstica após mulher pedir socorro com foto nas redes
MUNDO DO CRIME
Após morrer de Covid-19 no mesmo dia, casal tem oficina invadida e furtada
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Jovem desaparece com namorado e família faz buscas em Aquidauana
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Idoso invade barraco e abusa de criança de 11 anos em Maracaju
ABUSO SEXUAL
Esposa de pastor sabia de abusos sexuais contra fiel no Macaúbas; igreja é fechada em MS
TENTATIVA DE LATROCINIO
Major aposentado do Exército é baleado por assaltantes em Campo Grande
ENCONTRADA
Jovem de Glória de Dourados que estava desaparecida procura por atendimento no hospital de Itaporã
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça segurança pública e entrega 127 novas viaturas e 590 previsto para 2021
ENCONTRADA
Professora que desapareceu em Campo Grande ao sair para almoço de família é encontrada