Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
BONITO

Padrasto é preso acusado de estuprar duas enteadas menores no interior de MS

16 Out 2013 - 14h15Por Mídia Max

Um homem que não teve a identidade e nem mesmo a idade reveladas foi preso pela polícia civil de Bonito,e sob a acusação de ter molestado duas enteadas menores de idade, em diversas oportunidades.

De acordo com a apuração da polícia, os fatos aconteciam no interior da residência da família e em uma oportunidade em uma construção próximo ao prédio da Prefeitura Municipal. Foram constatados relações sexuais e atos libidinosos.

Casado há 13 anos com a mãe das garotas, o homem constantemente assediava as meninas. Em janeiro deste ano foi com uma delas até a Praça da Liberdade e ambos consumiram bebida alcoólica. No local estavam outras amigas da garota, menores de idade e que também estavam bebendo.

Ao falar que desejava usar um banheiro, o acusado indicou uma residência próxima que seria de um familiar. O acusado a acompanhou em determinado momento afirmou que desejava manter relações sexuais com a mesma. Diante da recusa retornaram à praça e continuaram a ingerir bebida alcoólica.

Como a garota passou mal em virtude do excesso de bebida, o acusado se prontificou a levá-la para casa e no caminho, na Rua das Flores, aproveitando que a vítima havia perdido os sentidos, praticou o estupro. No dia seguinte, o padrasto teria comunicado a vitima do acontecido.

Depois disso o assédio passou a ser constante, mas sempre a vitima recusava o contato físico.

Mesmo com a menor fugindo do padrasto, este ainda conseguiu passar a mão em suas pernas uma vez. Posteriormente, alegando querer conversar, o acusado trancou a vítima no quarto e, a força, manteve relações sexuais.

Após os fatos, a vítima procurou não ficar mais sozinhas com o acusado, passou a namorar um rapaz e engravidou. Suspeitando que o filho era o seu, o padrasto chegou a sugerir o aborto, que foi recusado.

A outra enteada denunciou que quando tinha 14 anos o padrasto a chamou para o quarto e ali se relacionaram sexualmente. A vítima afirma que frequentou psicólogos em razão do trauma que teve por estes fatos assim como menciona que deixou de residir com a mãe porque sempre que estava sozinha, o padrasto lhe procurava para nova ralação sexual.

Os fatos somente vieram à tona em razão da primeira vítima ter contado à diretora de sua escola que, por sua vez, noticiou os fatos ao Conselho Tutelar que encaminhou a vítima à delegacia para o registro da ocorrência policial. A segunda vítima foi submetida a exame de corpo de delito que foi juntado no inquérito e atesta que a vítima não é mais virgem.

Foi solicitada a prisão preventiva do acusado, a qual foi deferida pelo Poder Judiciário e, com isso o padrasto foi preso e encontra-se recolhido em uma das celas da Delegacia de Polícia Civil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEODÁPOLIS - AÇÃO DA FORÇA TÁTICA
Traficante tenta fugir com 512 Kg de maconha e 9 Kg de Skank, bate carro e é preso em Deodápolis
ESTAVA DESAPARECIDO
Policial Militar é encontrado morto dentro de fossa e pode ter sido assassinado
FATALIDADE
Homem morre soterrado em armazém de soja enquanto fazia limpeza
SOB INVESTIGAÇÃO
Pai provoca acidente e mata filhos no Dia dos Pais
HOMICIDIO
Homem é morto em MS e moradores 'entregam' autor do crime para PM
ASSASSINATO
Rapaz que levou 18 tiros dentro de veículo morre em Dourados
SEQUESTRO
Pai é morto pela polícia ao ameaçar matar filha de três anos em milharal
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe vai à igreja e filho de 21 anos estupra irmã de 8
SURTO DA MACHADINHA
Empresário acusado de ameaçar prefeito 'peita' policiais penais e leva três tiros
AMEAÇAS DE MORTE
Empresário agride segurança e tenta invadir casa do prefeito