Menu
SADER_FULL
quinta, 13 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
USUARIO DE DROGAS

‘Não posso abandonar, mas não estou aguentando’: sem saída, mãe acorrenta filho usuário de drogas

PM chegou a ser acionada para atender denúncia de cárcere na residência da família

24 Jul 2020 - 07h33Por Midiamax

Há cerca de 15 dias, a dona de casa Maria Célia, 49 anos, vive uma situação que nunca esperou passar na vida. Com o filho usuário de drogas acorrentado na cama, sem condições de interná-lo em uma clínica de reabilitação, ela implora por um olhar sensível do Poder Público. “Me sinto horrível como . Passei nove meses com ele na barriga e não posso abandonar, mas não estou aguentando mais”, disse.

O caso foi descoberto nesta quinta-feira (23), após a Polícia Militar ser acionada para atender uma ocorrência de cárcere privado. Mas quando chegaram, os policiais se depararam com outra situação.

A realidade vivida hoje pela família ficou muito distante do que a  sonhou e planejou ao rapaz de 23 anos. “Era um menino tão bonzinho, criei com tanto carinho”. No entanto, agora a mulher vive um dilema com dificuldades financeiras, agressões do filho e ainda os cuidados diários, pois ele toma remédios controlados. “Ele é esquizofrênico, diagnosticado desde os 8 anos de idade, aí junta uma coisa com a outra e dá crise”, revelou ao Jornal Midiamax.

O vício do filho na cocaína, que começou aos 17 anos, não deu outra saída para a dona de casa, que há 15 dias teve que acorrentar o rapaz na cama. Fato que levou até a PM no local. “Acorrentei ele por causa da droga, se eu deixar ele solto vai atrás”, lamentou Maria. “Ele fica agressivo, disse que ia matar a família, me agrediu varias vezes, o pai dele também”, lembra.

'Não posso abandonar, mas não estou aguentando': sem saída, mãe acorrenta filho usuário de drogasFoto:  de França, Midiamax

Além disso, a mulher já perdeu muitos objetos em casa. “Ele pede dinheiro e eu não dou, ele quebra tudo, janela, máquina de lavar, telhado”. A  também revela que o filho já foi preso por roubo. “Eu não tenho mais coração, é melhor Deus me levar, porque desse jeito para ele, é cemitério ou ”.

A família de cinco pessoas, três irmãos e o pai, moram na casa do bairro Danúbio Azul. Todos lutam para terem o que comer no dia-a-dia. O irmão, faz bico de servente de  e o pai, está juntando latinha. “Não aguento não, ele quebrou o muro que eu acabei de fazer”, conta o pai, José Carlos da Silva, 52 anos. “Recentemente pegou uma barra de ferro para me bater, eu não aguento com ele e não posso vê-lo nessa situação”, disse.

 A família faz um apelo ao Poder Público para que disponibilize uma vaga em clínica de tratamento para o rapaz.

Confira no vídeo abaixo o relato emocionado da  que não teve mais saída a não ser acorrentar o filho:

Tocador de vídeo:https://www.midiamax.com.br/policia/2020/nao-posso-abandonar-mas-nao-estou-aguentando-sem-saida-mae-acorrenta-filho-usuario-de-drogas

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE
Adolescente morre após encostar em carregador que estava na tomada
ACIDENTE FATAL
Motorista bate em trator e morre prensado na rodovia do MS
PERIGOS DA NET
Mulher conhece homem pelo Facebook e é espancada dentro de motel no 1º encontro
DEODÁPOLIS - AÇÃO DA FORÇA TÁTICA
Traficante tenta fugir com 512 Kg de maconha e 9 Kg de Skank, bate carro e é preso em Deodápolis
ESTAVA DESAPARECIDO
Policial Militar é encontrado morto dentro de fossa e pode ter sido assassinado
FATALIDADE
Homem morre soterrado em armazém de soja enquanto fazia limpeza
SOB INVESTIGAÇÃO
Pai provoca acidente e mata filhos no Dia dos Pais
HOMICIDIO
Homem é morto em MS e moradores 'entregam' autor do crime para PM
ASSASSINATO
Rapaz que levou 18 tiros dentro de veículo morre em Dourados
SEQUESTRO
Pai é morto pela polícia ao ameaçar matar filha de três anos em milharal