Menu
SADER_FULL
terça, 11 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
VIOLENCIA DOMESTICA

Mulher tem orelha cortada pelo marido durante agressão em Rio Brilhante

A guarnição foi acionada pela filha do casal informando que seu pai havia ferido a vítima com uma faca e ele também estaria machucado.

13 Nov 2019 - 09h29Por Rio Brilhante em Tempo Real

Uma mulher de 53 anos foi socorrida ao hospital de Rio Brilhante na noite desta terça-feira (12) com ferimento, corte, na orelha provocado pelo marido da mesma idade durante agressão sofrida por ela no bairro Antônia de Souza Barbosa.

De acordo com a Polícia Militar, guarnição foi acionada pela filha do casal informando que seu pai havia ferido a vítima com uma faca e ele também estaria machucado.

Policiais se deslocaram até o bairro onde o homem foi detido, sem ferimento aparente. Ja a mulher foi encontrada sentada em uma calçada a cerca de uma quadra da residência com intenso sangramento na orelha. Ela foi socorrida ao hospital para receber atendimento médico.

O suspeito foi preso e conduzido para a delegacia de Polícia Civil onde foi autuado em flagrante por violência doméstica. Segundo os militares o casal vive junto a mais de 25 anos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEQUESTRO
Pai é morto pela polícia ao ameaçar matar filha de três anos em milharal
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe vai à igreja e filho de 21 anos estupra irmã de 8
SURTO DA MACHADINHA
Empresário acusado de ameaçar prefeito 'peita' policiais penais e leva três tiros
AMEAÇAS DE MORTE
Empresário agride segurança e tenta invadir casa do prefeito
SOB INVESTIGAÇÃO
Criança morre em Dourados após passar mal e polícia investiga caso
BRIGA DE CASAL
Antes de ser atropelado e morto a facadas, ‘Mil Graus’ teria tentado separar briga de casal em MS
ENCONTRADA
Adolescente sumida por três dias é achada em cidade vizinha, diz família de Nova Andradina
EXECUÇÃO
Ex-lutador de MMA é executado enquanto bebe com mulher na frente de casa em MS
FÁTIMA DO SUL - LUTO
Vítima de acidente não resiste e morre, Cida Lima era professora da REME de Fátima do Sul
CRUELDADE
Menino ficava de castigo por até nove horas ajoelhado em grãos de trigo