Menu
quarta, 24 de abril de 2024
Busca
Busca
FEMINICÍDIO EM MS

Mulher morta com 9 facadas recusou ajuda de policiais horas antes de ser assassinada pelo marido

23 Fev 2024 - 10h40Por MÍDIA MAX

Um pedido de socorro foi feito à  Militar na madrugada de quarta-feira. A Solicitação tratava-se de uma discussão entre casal. Uma equipe policial foi ao local. A vítima era Joelma da Silva André, de 33 anos. Os militares conversaram com a mulher, mas ela recusou atendimento. Com a recusa, os policiais foram embora e horas depois, ela foi morta a facadas pelo marido Leonardo da Silva Lima, de 38 anos.

A vítima foi atingida por 9 golpes de faca: 5 nas costas, três no rosto e um último no tórax, onde a  do crime ficou cravada. A Polícia Militar esclarece que durante o atendimento feito à vítima, ainda na madrugada, os militares ofereceram apoio e conversaram reservadamente com Joelma, mas ela não viu a necessidade de auxílio policial.

Conforme nota da Polícia Militar, no momento do atendimento, também não havia elementos que justificassem a condução de Leonardo. A PM também ressalta que a equipe policial permaneceu no local até que o homem deixasse a casa.

“No local, a equipe policial encontrou ambos dentro da residência sem elementos flagranciais. Foi procedida uma conversa em reservado com a mulher oferecendo todo o apoio necessário, porém não aceitou. Mesmo assim, a equipe policial permaneceu no local até a saída do homem da residência juntamente com seus pertences”, esclarece.

Testemunhas que conversaram com a equipe de reportagem do Jornal Midiamax confirmaram que Leonardo deixou a casa, no entanto, ele retornou à casa onde a família morava – no Núcleo Industrial Inbubrasil, região leste de Campo Grande – e matou Joelma no sofá da sala.

O crime aconteceu no início da manhã. Além do casal, os cinco filhos de Joelma – três meninas, de 2, 13 e 16 anos, e dois meninos, de 8 e 1 ano – estavam na casa. O menino de 8 anos gritou por socorro e foi até a casa da vizinha pedir ajuda, no entanto, a mãe não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Leonardo foi preso poucas horas após cometer o crime. Ele foi encontrado por uma equipe da Polícia Militar na região do Caiobá e depois foi encaminhado para a  (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

No momento em que foi preso, o suspeito estava em uma bicicleta e já não usava as mesmas roupas de quando cometeu o crime. Em depoimento Leonardo confessou o crime e disse que durante a discussão, avisou Joelma que ira matá-la.

Histórico de violência

Leonardo já tinha passagem por violência doméstica. Nessa quarta-feira (21), a titular da Deam, Elaine Cristina Ishiki Benicasa, em março de 2023, a vítima registrou um boletim de ocorrência contra o parceiro por lesão corporal recíproca. Na ocasião, ela fez o pedido de medida protetiva, no entanto, a queixa foi retirada dois meses depois, quando o casal reatou o relacionamento.

Vizinhos que conversaram com a equipe de reportagem do Jornal Midiamax disseram que o casal brigava com frequência e que Joelma não queria manter o relacionamento, mas era ameaçada por Leonardo.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: Saul Schramm MEDALHA TIRADENTES
Medalha Tiradentes: segurança pública apresenta índices positivos na redução da criminalidade
A Polícia Militar isolou o local e acionou a Polícia Civil e a Perícia Criminal / TanaMídia Naviraí CASO DE POLÍCIA
Homem esfaqueia mulher e mata outra durante uso de drogas em MS
Sidney Assis, de Coxim TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
TRAGÉDIA: Acidente mata mãe e filho
PLANTÃO SEQUESTRO DE BEBÊ
Polícia resgata bebê de 3 meses sequestrado por adolescente em MS
CONDENADO POR MATAR ESTUPRADOR
Homem é condenado a 10 anos de prisão por matar suspeito de estuprar sobrinha no MS

Mais Lidas

FOTO: BLOG FAVO DE MELFÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul com tristeza se despede do querido amigo Mirão, família informa sobre velório
MEGA-SENA - Foto: Tânia Rego/ Agência BrasilSORTUDOS DE MS
Sortudos de MS faturam R$ 202,8 mil na quina da Mega-Sena; DEODÁPOLIS e mais 13 cidades na lista
FEMINICÍDIO
Família se despede de Andressa em velório após ser atropelado por marido
José Braga tinha 77 anos de idade - (Foto: Rede social)LUTO
Morre José Braga, ex-vereador em Dourados e Fátima do Sul
ASSASSINATO
Mulher morta com 30 facadas desistiu de programa por achar assassino 'muito feio' em MS