Menu
SADER_FULL
segunda, 10 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
TRAGÉDIA NO TRÂNSITO

Motorista de aplicativo fura sinal, bate em moto e mulher de 28 anos morre

Motorista de aplicativo fura sinal, bate em moto e mulher de 28 anos morre

25 Jan 2020 - 22h11Por Top Mídia News

Jucinele da Costa de Amorim 28 anos, é mais uma vítima do trânsito de Campo Grande. Ela morreu após ser atingida por um carro na avenida das Bandeiras, esquina com a rua Ouro Branco, no Jardim Jóquei Club.

A morte dela teve que ser comunicada à polícia pelo seu próprio marido, Diego Toledo da Silva, 20. Segundo ele, sua esposa pilotava uma moto pela Bandeiras quando, na esquina menciona, foi atingida por um carro Ônix, que supostamente furou o sinal.

Diego não soube dizer o nome do motorista, apenas que era condutor de aplicativos e que ajudou no socorro à Jucinele. A pancada foi tão forte que ela foi arremessada em outro veículo, um Voyage.

Jucinele foi declarada morta às 14h30 de politraumatismo na Santa Casa de Campo Grande. Ela deixa três filhos menores.
O caso é investigado pela Polícia Civil como homicídio culposo (sem intenção) na direção de veículo automotor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEQUESTRO
Pai é morto pela polícia ao ameaçar matar filha de três anos em milharal
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe vai à igreja e filho de 21 anos estupra irmã de 8
SURTO DA MACHADINHA
Empresário acusado de ameaçar prefeito 'peita' policiais penais e leva três tiros
AMEAÇAS DE MORTE
Empresário agride segurança e tenta invadir casa do prefeito
SOB INVESTIGAÇÃO
Criança morre em Dourados após passar mal e polícia investiga caso
BRIGA DE CASAL
Antes de ser atropelado e morto a facadas, ‘Mil Graus’ teria tentado separar briga de casal em MS
ENCONTRADA
Adolescente sumida por três dias é achada em cidade vizinha, diz família de Nova Andradina
EXECUÇÃO
Ex-lutador de MMA é executado enquanto bebe com mulher na frente de casa em MS
FÁTIMA DO SUL - LUTO
Vítima de acidente não resiste e morre, Cida Lima era professora da REME de Fátima do Sul
CRUELDADE
Menino ficava de castigo por até nove horas ajoelhado em grãos de trigo