Menu
SADER_FULL
sábado, 5 de dezembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
JUNINHO DENTISTA NOVO
DOURADOS - POLÍCIA

Militar do Exército supostamente envolvido em onda de assaltos é entregue à polícia em Dourados

Ele foi detido na 1ª Delegacia de Polícia juntamente com outros cinco suspeitos

2 Abr 2014 - 07h20Por 94FM

No final da tarde desta terça-feira (01), um militar do Exército brasileiro se juntou ao grupo que supostamente estaria provocando a onda de assaltos pela cidade de Dourados. O militar foi levado para 1ª Delegacia conduzido por uma equipe da PE (Polícia do Exército).

Investigações feitas por policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais) indicam que o militar seria o proprietário da motocicleta Yamaha Lander de cor azul, que juntamente com a ‘famosa’ Honda Titan de cor preta, seria utilizada pelos assaltantes durante as ações criminosas.

Ainda segundo o SIG, um assalto realizado hoje em uma garagem no bairro Água Boa rendou aos meliantes R$ 2.500, porém, R$ 1.000 já foram recuperados. Além das motocicletas, a polícia apreendeu um revólver calibre 38.

Dos seis suspeitos detidos, um já foi ouvido e liberado pelo delegado.

Delegado do SIG acredita que quadrilha tenha praticado 20 assaltos em Dourados

As investigações do SIG da Polícia Civil conduzidas pelo delegado Adilson Stiguivitis revelam que a quadrilha conhecida como "dupla da moto preta" pode ter praticado pelo menos 20 assaltos em Dourados. Cinco jovens foram presos nesta terça-feira (1) acusados de participação nos crimes.

No fim da tarde de hoje a polícia deu detalhes sobre os acusados, que foram autuados em flagrante pela prática de roubo e formação de quadrilha. Foram presos Jeferson Fernandes da Silva, de 23 anos, morador no Canaã I e dono de um lava-rápido na Rua Coronel Ponciano, na Vila Industrial; Odair dos Santos Lucas, de 22 anos, residente no Jardim Caimã; Juliano da Silva Gomes, de 21 anos, que mora no Canaã I; Jean Carlos Marcondes Posca, de 20 anos, que reside no Água Boa; e o soldado do Exército Felipe Bernal, de 20 anos, morador na Vila Popular.

De acordo com a Polícia Civil, com eles foram apreendidos um revólver calibre 38 (utilizado nos assaltos) seis aparelhos de telefone celular (de procedência não esclarecida) e aproximadamente R$ 1.400,00 em espécie. Eles confessaram ter praticado sete roubos em Dourados. As vítimas foram mercados, casas lotéricas, empresa de pague fácil e uma garagem de automóveis. Apenas o militar do Exército nega participação nos crimes.

Mas a polícia contesta e aponta que todos têm participação nos crimes. As autoridades policiais dizem ainda que o número de crimes pode passar de 20.

Conforme o delegado Adilson Stiguivitis, Jeferson Fernandes da Silva cedia seu lava-rápido para reuniões, oportunidades nas quais os crimes eram planejados e em seguida o dinheiro dos crimes dividido. Também nesse local ficava escondida a arma utilizada nos assaltos, um revólver calibre 38 que foi apreendido durante a operação policial.

Ainda segundo a polícia, Juliano da Silva Gomes pilotava as motos utilizadas nos crimes. E Odair dos Santos Lucas era o responsável por invadir os estabelecimentos e praticar os roubos. O delegado o aponta como um indivíduo muito violento.

O delegado Adilson Stiguivitis informou ainda que Jean Carlos Marcondes Posca é dono de uma moto de cor preta que era emprestada para a prática dos roubos. Ele também tinha a responsabilidade de sondar as vítimas, o que fazia ao visitar os locais a serem assaltados um dia antes ou no dia do crime.

A polícia revelou que o militar do Exército, Felipe Bernal, é proprietário de uma moto Lander de cor azul, que também era utilizada nos assaltos. O acusado nega participação nos crimes e alega que apenas emprestava sua moto aos amigos sem ter conhecimento do uso feito pelos mesmos.

De todos os acusados, apenas o militar Bernal não está detido na Delegacia do 1º Distrito Policial. Ele foi encaminhado para o presídio militar, nas dependências do Exército Brasileiro. Jeferson, Odair, Juliano e Jean estão no 1º DP.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA PM/MS
LUTO: Major Geter morre e comoção toma conta da PM de MS
Aglomeração de pessoas em festa interrompida ontem pela Guarda Civil Metropolitana, no Bairro Cidade Morena. (Foto: Assessoria GCM) CORONA FEST
CORONA FEST: Duas festas com quase 400 pessoas são encerradas pela Guarda
Menino de 8 anos estava em estrutura de concreto quando foi levado pelas águas. (Foto: Kísie Ainoã) TRAGÉDIA
Menino de 8 anos desapareceu em rio na primeira visita à casa do tio
FATAL
Paciente com Covid-19 e motorista morrem em acidente entre ambulância em MS
ACIDENTE FATAL
Colisão entre camionete e saveiro deixa um morto em Caarapó
AÇÃO DA PMA
Arrendatários de fazenda são presos por crime ambiental e explorar trabalhadores em Nioaque
HOMICIDIO
Mãe de adolescente morta procurou bombeiros para defender genro após homicídio em Caarapó
HOMICIDIO
Mãe de adolescente morta procurou bombeiros para defender genro após homicídio em Caarapó
EXECUÇÃO
Homem é executado e duas pessoas ficam feridas com tiros em MS
ABSURDO
PMs flagram carro balançando e descobre casal transando na frente de criança