Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
mecânico espanhol

Mecânico é processado por fazer réplicas de Ferrari, segundo jornal americano

14 Jan 2014 - 16h49Por Folha

Um mecânico espanhol está encrencado na Europa. Segundo o jornal "The Wall Street Journal", José María Calero fazia réplicas de superesportivos em seus armazéns sem a autorização das montadoras e agora está sendo processado.

Feitos na maioria sobre a base de antigos modelos da Toyota e utilizando peças adaptadas, as imitações de Ferrari e de Aston Martin eram vendidas por 40 mil euros (quase R$ 130 mil), cerca 20% do preço dos modelos originais.

  Divulgação/Policia Nacional Espanhola  
Réplica de Ferrari F430 apreendida pela polícia espanhola
Réplica de Ferrari F430 conversível apreendida pela polícia espanhola; modelo traz até o símbolo do 'Cavallino Rampante' no capô

De acordo com a publicação norte-americana, a Ferrari tomou conhecimento do que o mecânico estava fazendo e alertou a polícia espanhola. Em julho, as autoridades fecharam as linhas de montagens. Além de 17 réplicas da marca italiana, foram apreendidas duas cópias de esportivos ingleses.

  Divulgação/Policia Nacional Espanhola  
Um dos modelos apreendidos ainda não tinha a cabine terminada; processo era aparentemente rústico
Um dos modelos apreendidos ainda não tinha a cabine terminada; processo de confecção era aparentemente rústico

Montadoras alegam que esse tipo de cópia desvalorizam seus modelos. Do outro lado, o mecânico se defende alegando que investiu 400.000 euros (aproximadamente R$ 1,7 milhões) em ferramental e que empregava 13 pessoas.

Ainda segundo o jornal, não há um juiz designado para o caso. Mas Calero já se dá por vencido, alegando que um processo longo esgotaria os seus recursos. "A Ferrari já ganhou", afirma.

  Divulgação/Policia Nacional Espanhola  
Montagem de fotos mostra detalhes das cópias de Ferrari; no alto, à direita, o motor Toyota
Montagem de fotos mostra detalhes das cópias de Ferrari; no alto, à direita, o motor Toyota instalado na dianteira; F430 original tem propulsor traseiro

FICÇÃO VS REALIDADE

Este não é o primeiro caso de réplicas não autorizadas. De acordo com o periódico, casos como o do espanhol vêm crescendo. O acontecimento mais famoso aconteceu em fevereiro do ano passado, na Califórnia (EUA).

Uma empresa que ostenta o nome 'Gotham Garage' foi acusada e condenada pela corte americana por fazer Batmóveis sem a autorização da produtora de filmes Warner Brother Co.

O juiz responsável pelo caso, Ronald S.W. Lew, afirmou em sua decisão que o nome e a imagem do meio de locomoção do super-herói das obras de ficção são também protegidos no mundo real pelos direitos autorais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE
Adolescente morre após encostar em carregador que estava na tomada
ACIDENTE FATAL
Motorista bate em trator e morre prensado na rodovia do MS
PERIGOS DA NET
Mulher conhece homem pelo Facebook e é espancada dentro de motel no 1º encontro
DEODÁPOLIS - AÇÃO DA FORÇA TÁTICA
Traficante tenta fugir com 512 Kg de maconha e 9 Kg de Skank, bate carro e é preso em Deodápolis
ESTAVA DESAPARECIDO
Policial Militar é encontrado morto dentro de fossa e pode ter sido assassinado
FATALIDADE
Homem morre soterrado em armazém de soja enquanto fazia limpeza
SOB INVESTIGAÇÃO
Pai provoca acidente e mata filhos no Dia dos Pais
HOMICIDIO
Homem é morto em MS e moradores 'entregam' autor do crime para PM
ASSASSINATO
Rapaz que levou 18 tiros dentro de veículo morre em Dourados
SEQUESTRO
Pai é morto pela polícia ao ameaçar matar filha de três anos em milharal