Menu
SADER_FULL
sexta, 14 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
ENFORCAMENTO

‘Japonês do PCC’ é encontrado morto na PED de Dourados

Ele teria sido morto ao anunciar que pretendia deixar a facção criminosa

15 Jan 2020 - 09h41Por Midiamax

Encontrado morto no PED (Presídio Estadual de Dourados) na noite de terça-feira (14), Geraldo de Souza Pereira Neto, de 41 anos, o ‘Japonês do PCC’, já tinha sido notícia por fugas do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. A última, em 2016, terminou com a recaptura quatro dias depois.

O detento teria serrado as grades durante a noite do dia 1ª de janeiro de 2016 e, por volta das 2h40 do dia 2, conseguiu sair da cela e ficou procurando esconderijo dentro da unidade, até pular o muro por volta das 5 horas. Ele estava na sala 10 do Pavilhão II.

Os agentes penitenciários deram falta dele durante a conferência e os presos confirmaram que ele havia fugido durante a madrugada. Geraldo já tinha fugido do mesmo presídio em 2007 e foi recapturado um ano depois. No momento da fuga, a cerca elétrica estava desligada, por conta de problemas no sistema.

Quatro dias depois, na noite de 6 de janeiro, Japonês foi preso pelo Batalhão de Choque enquanto pegava carona com um motociclista na Avenida Ernesto Geisel. Policiais faziam rondas pela região quando avistaram os dois homens em uma Honda Titan preta. Ao avistarem a viatura, começaram a olhar repetidas vezes e a demonstrarem certo nervosismo.

Foi feita abordagem e Japonês foi identificado como o passageiro, sendo o condutor um jovem de 19 anos na época, que também acabou preso. O rapaz afirmou que o irmão cumpria pena no mesmo presídio e devia favores a Geraldo. Então, o irmão o pediu para que o abrigasse em sua residência. Geraldo foi recapturado e o piloto da moto preso por favorecimento pessoal.

Motociclista morre após colidir com caminhão, cair na pista contrária e ser atropelado

Jovem é encontrado morto em rodovia de MS sem sinais de atropelamento

Homem morre após passar mal e polícia investiga

Detento morre no hospital uma semana depois de quebrar a perna

Conforme as primeiras informações, Geraldo teria sido assassinado no presídio em Dourados em uma das celas do Pavilhão 2 B, destinado aos detentos faccionados ao PCC. Ele estaria sendo ameaçado de morte após anunciar que pretendia deixar a facção, mas mesmo orientado a deixar o pavilhão, decidiu não mudar dali.

Ele foi encontrado enforcado e equipes da Polícia Civil e Perícia estiveram no local apurando os fatos. O caso deve ser investigado como morte a esclarecer.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IRREGULARIDADES
Prefeitura contrata funerária para transportar pacientes vivos em MT
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Dono de Padaria de 78 anos estupra filha de funcionária de seu estabelecimento
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Homem procura a mulher e filhos que desapareceram na última semana em cidade do MS
RINHA DE GALOS
RINHA DE GALOS: local é fechado e proprietário autuado em R$ 7 mil
FOGO
INCÊNDIO NA MADRUGADA: Fogo destrói lanchonete, invade loja e queima várias motocicletas, VEJA FOTOS
CRIME A ESCLARECER
Homem é executado ao parar com Mercedez em semáforo
CARA DE PAU
Cliente põe o próprio cabelo em lanche e tenta não pagar. VEJA O VÍDEO
VIOLENCIA DOMESTICA
Veterinária é agredida por ex-namorado médico e diz que tem medo de dormir em casa
CRIME DE PISTOLAGEM
Pistoleiros chamam por rapaz no portão que é executado com tiros em Itaquirai
FÁTIMA DO SUL - ACIDENTE
Motociclista sofre traumatismo e fica gravemente ferido após acidente em Fátima do Sul