Menu
SADER_FULL
terça, 4 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
campo grande

Homem sequestra mulher em casa, tortura e abusa de enteada de 2 anos

Um homem de 21 anos foi preso no Jardim Bálsamo, em Campo Grande

30 Out 2013 - 07h00Por Campo Grande News

Um homem de 21 anos foi preso, no domingo (27) no Jardim Bálsamo, em Campo Grande, suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 2 anos e 4 meses e por manter a mãe da criança em cárcere privado e torturá-la, na tentativa de impedir que a mulher o denunciasse à Polícia.

Conforme as investigações, conduzidas pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), a mãe da criança, de 19 anos, foi morar com o rapaz na terça-feira (22). No dia seguinte, ela e a filha passaram a ser agredidas e o então namorado a impedia de sair de casa para evitar que o crime fosse denunciado.

Na sexta-feira, a jovem conseguiu levar a filha para a casa da mãe que, ao notar os hematomas espalhados pelo corpo da neta, registrou boletim de ocorrência. Foi quando a Depca entrou no caso e, já no sábado, o delegado Paulo Sérgio Lauretto solicitou exame de corpo de delito para constatar se a menina havia sido abusada sexualmente.

“A menina estava visivelmente machucada, com lesões nos braços, pernas e até na testa. Ao ver a neta naquela situação, a avó a levou para um posto de saúde e foi orientada para registrar imediatamente um boletim de ocorrência”, explica o delegado da Dpca, Paulo Sérgio Lauretto.

No domingo, a jovem conseguiu enviar uma mensagem por celular para um amigo, em que relatava a violência do companheiro e que estava impedida de sair de casa. O amigo acionou a Polícia, que foi até a casa no Jardim Bálsamo. "Em depoimento, ela explicou que não teve coragem de contar à mãe o problema que enfrentava na casa do namorado, por causa das ameaças dele, e afirmou que ele abusou da criança", acrescenta o delegado.  

O jovem está preso na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) e será indiciado por cárcere privado. A prisão preventiva por estupro de vulnerável também foi solicitada pelo delegado Lauretto. O crime só poderá ser confirmado após a conclusão do laudo pericial, que tem prazo para ser concluído em dez dias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Acidente deixa 9 feridos; 3 crianças estão entre as vítimas em MS
VIOLENCIA DOMESTICA
Esposa se nega a manter relações sexuais e acaba espancada e mantida em cárcere por 6 dias em MS
ACIDENTE TRÁGICO
Vitimas do acidente na BR 177 são identificadas: 3 são da mesma familia
ASSASSINATO
Mulher é encontrada morta e sem roupa; ex-marido é procurado
CORRUPÇÃO NA SAUDE
MP aponta 'vergonhosa fraude' e aciona prefeito a devolver R$ 4,136 milhões
ACIDENTE FATAL
Acidente entre carro e moto deixa uma pessoa morta em Laguna Carapã
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente com 22 veículos deixa 8 mortos e 20 feridos
BEBEDEIRA
Após discussão com cunhado, homem é assassinado a tiros em MS
ASSASSINATO
ASSASSINATO: Pistoleiros invadem residência e executam homem enquanto dormia em MS
INCÊNDIO FATAL
Casa é incendiada e mulher morre carbonizada em MS