Menu
SADER_FULL
terça, 9 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Corregedoria Nacional

Funai apura envolvimento de servidor no assassinato do cacique Nízio

9 Nov 2013 - 10h23Por Campo Grande News

A Corregedoria Nacional da Funai (Fundação Nacional do Índio) apura o envolvimento de funcionários do órgão no assassinato do cacique indígena Nísio Gomes, 59 anos, ocorrido em 18 de novembro de 2011 em Aral Moreira. A suspeita também é investigada pela Polícia Federal de Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande.

Ontem, o corregedor nacional, Francisco Arruda, confirmou que há suspeita de que funcionários da Funai estão envolvidos no desaparecimento do cacique. A Polícia Federal chegou a indiciar 18 pessoas pelo crime. Eles chegaram a ser presos e tiveram o habeas corpus concedido pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em São Paulo.

Entre os envolvidos, estão funcionários e o proprietário de uma empresa de segurança de Dourados. O dono da empresa é Aurelino Arce.

O cacique foi morto durante um ataque ao acampamento indígena Guayviry, em Aral Moreira. No entanto, o seu corpo não foi localizado até hoje.

As investigações apontam que fazendeiros locais contrataram a empresa de segurança para expulsar os índios do acampamento em uma área requerida pelos indígenas. O conflito resultou no ataque aos indios e na morte de Nísio.

Os 23 suspeitos foram acusados de homicídio qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de testemunhas. O MPF (Ministério Público Federal) já denunciou 19 pelo crime.

Apesar de confirmar a suspeita sobre funcionários da Funai, Arruda não revelou qual seria a participação deles no crime e quantos estão envolvidos. O corregedor também apura o desvio de combustível e veículos da Funai em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHOQUE
Homem sofre descarga elétrica ao bater trator contra poste em Dourados
Crédito: Reprodução Portal Rio Verde Notícias Ilustrativa ACIDENTE FATAL
Motociclista morre esmagado ao ultrapassar carreta em MS
JUSTICEIROS DA FRONTEIRA
Jovem sequestrado é achado com rosto crivado de balas e mão decepada na fronteira
EXECUÇÃO
Morador de MS é executado por atiradores em motocicleta no Paraná
AÇÕES DO GOVERNO MS
Governo do Estado regulamenta atividades de escoltas de presos e guarda externa dos presídios da Age
TRAGEDIA NA RODOVIA
Em ultrapassagem, motociclista de Ivinhema se desequilibra, cai debaixo de carreta e morre
HOMENAGEM AO "PAI DO DOF"
Barbosinha dá nome de 'Coronel Adib Massad' à sede do DOF em Dourados
Televisor foi parcelado em dez vezes pelo ladrão, diz polícia em MS  Foto: Polícia Civil/Divulgação SE ARREPENDEU!!!
Ladrão se arrepende de furto, compra TV parcelada em 10 vezes e vai até delegacia devolver em MS
Jovem é morto com seis tiros em cima da cama, no Jardim Colorado, em Campo Grande.  Foto: Redes Sociais CRIME EM MS
Jovem é morto com seis tiros em cima da cama em MS
GARRAS
Garras inaugura Centro de Treinamento Tático e comemora 30 anos de história