Menu
SADER_FULL
sábado, 15 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
ASSÉDIO NA ESCOLA

Foto nua para passar de ano: após mãe espancar aluna, colegas denunciam suposto assédio sexual

Estudantes da escola estadual em Campo Grande denunciam graves episódios, supostamente com abuso e negligência

1 Nov 2019 - 10h49Por Midiamax

Após uma mãe invadir a Escola Estadual Rui Barbosa, no Bairro Santo Antônio, e agredir uma adolescente nesta quinta-feira (31) em Campo Grande, várias alunas decidiram denunciar nas redes sociais episódios de assédio supostamente cometidos por um professor da instituição de ensino desde o ano passado.

Nos relatos, uma das alunas comenta que o professor teria pedido uma foto dela e de uma amiga nuas para aprovar as duas na disciplina que leciona. Elas não enviaram as fotos, e teriam sido reprovadas. Ainda segundo o relato, a escola teria se recusado a mostrar as provas em que teriam recebido notas baixas às alunas.

Na manhã desta sexta-feira (1), diversos estudantes da escola organizaram um protesto contra a direção. Aproximadamente 40 alunos protestam na escola.

Em outro relato, uma estudante fala de agressões que alunos estariam sofrendo por um professor, e reclama que a direção da escola estadual não teria tomado nenhuma atitude, alegando que ‘ele era concursado’.

A indignação dos estudantes também é sobre suposto caso de suicídio de um aluno relacionado a bullying. Garantem que o caso teria abalado os adolescentes, mas tratado com descaso pela escola. A direção foi procurada para se manifestar, mas informou que apenas a SED (Secretaria de Estado de Educação) poderia falar sobre as reclamações.

Outra aluna também relata o fato de ter sido agredida por uma mãe dentro da escola, e a direção não tomar nenhuma providência quanto ao caso. Todas as postagens foram feitas após a agressão a uma estudante nesta quinta (31) pela mãe de uma aluna da escola.

No vídeo que circulou pelas redes sociais aparece a mulher totalmente descontrolada. Ela puxa o cabelo da jovem que já está ao solo e sobe em cima dela. Depois ela coloca a perna em cima da barriga da menina, pega em seu rosto e diz: “Não encosta a mão nela não, porque ela tem pai. Tem mãe”. Posteriormente, aparentemente a adolescente agredida desmaia. O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar atendimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IRREGULARIDADES
Prefeitura contrata funerária para transportar pacientes vivos em MT
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Dono de Padaria de 78 anos estupra filha de funcionária de seu estabelecimento
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Homem procura a mulher e filhos que desapareceram na última semana em cidade do MS
RINHA DE GALOS
RINHA DE GALOS: local é fechado e proprietário autuado em R$ 7 mil
FOGO
INCÊNDIO NA MADRUGADA: Fogo destrói lanchonete, invade loja e queima várias motocicletas, VEJA FOTOS
CRIME A ESCLARECER
Homem é executado ao parar com Mercedez em semáforo
CARA DE PAU
Cliente põe o próprio cabelo em lanche e tenta não pagar. VEJA O VÍDEO
VIOLENCIA DOMESTICA
Veterinária é agredida por ex-namorado médico e diz que tem medo de dormir em casa
CRIME DE PISTOLAGEM
Pistoleiros chamam por rapaz no portão que é executado com tiros em Itaquirai
FÁTIMA DO SUL - ACIDENTE
Motociclista sofre traumatismo e fica gravemente ferido após acidente em Fátima do Sul