Menu
SADER_FULL
domingo, 7 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
FOGO NO PANTANAL

Força Nacional reforçará efetivo em Corumbá e Coxim até chegada da chuva

Força Nacional reforçará efetivo em Corumbá e Coxim até chegada da chuva

5 Out 2020 - 12h23Por Campo Grande News

O efetivo de 45 pessoas da Força Nacional que chegou em Mato Grosso do Sul será dividido para os combates às queimadas em Corumbá e também em Coxim.

O reforço chegou nesta segunda-feira (5), passou por cerimônia de boas-vindas no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande, e seguiu viagem para o Pantanal.

De acordo com o coronel Marcos Sousa Meza, comandante da Operação Estiagem, o efetivo conta com militares da Marinha, Exército, Corpo de Bombeiros do Paraná e também de Santa Catarina, e brigadistas. São mais de 400 pessoas na operação.

“Devido a grandeza do nosso Pantanal, parte desse efetivo vai combater a região de Coxim, proteger a área norte do pontal, e a outra metade vai somar com os esforços que já estão em Corumbá para atuar diretamente nas partes mais críticas”, detalha.

Segundo o comandante, a maior dificuldade encontrada é a baixa umidade do ar no período. “A biomassa está muita seca devido à estiagem. O cenário é muito dinâmico, de uma hora para outra aparece incêndios, em um dia conseguimos eliminar quase todos os focos. A previsão de encerramento é quando a chuva vier com força, lá por novembro, dependendo da estação climática”, completa.

O coronel Joilson Alves do Amaral, comandante-geral do Corpo de Bombeiros em Mato Grosso do Sul, comparou o tamanho do Estado e também do bioma atingindo pelas chamas.

“Estamos num Estado do tamanho da Alemanha. O Pantanal tem do tamanho de Portugal. Isso já dá dimensão do que está acontecendo. Estamos tendo aumento exponencial de focos de incêndio. O Corpo de Bombeiros completa 50 anos e nunca tivemos situação tão alarmante e de tamanha gravidade”, aponta.

Além dos 45 homens, estão sendo encaminhados para o Pantanal dez caminhonetes e um micro-ônibus.

Somente neste ano, até 4 de outubro, o Pantanal de Mato Grosso do Sul registrou 7.340 focos de queimadas. No ano passado, no mesmo período, foram 5.030 focos de calor registrados, segundo o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMENAGEM AO "PAI DO DOF"
Barbosinha dá nome de 'Coronel Adib Massad' à sede do DOF em Dourados
Televisor foi parcelado em dez vezes pelo ladrão, diz polícia em MS  Foto: Polícia Civil/Divulgação SE ARREPENDEU!!!
Ladrão se arrepende de furto, compra TV parcelada em 10 vezes e vai até delegacia devolver em MS
Jovem é morto com seis tiros em cima da cama, no Jardim Colorado, em Campo Grande.  Foto: Redes Sociais CRIME EM MS
Jovem é morto com seis tiros em cima da cama em MS
GARRAS
Garras inaugura Centro de Treinamento Tático e comemora 30 anos de história
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Mãe aflita procura por filho desaparecido há 5 dias em Caarapó
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
LUTO POR 3 DIAS
Governador decreta luto oficial de três dias pela morte do coronel Adib Massad
ACIDENTE GRAVE
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
CONFIRA SUA TRAJETÓRIA
Governador lamenta morte de Adib Massad, confira toda sua trajetória do 'Águia da Fronteira'