Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 3 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
conflito por terras

Fazendeiros criam fundo para financiar 'guerra' contra índios em Mato Grosso do Sul

A criação de uma milícia é parte do plano para contra-atacar onda de invasões no Estado

8 Nov 2013 - 07h33Por Correio do Estado

A criação de milícia é parte do plano de fazendeiros de Mato Grosso do Sul que planejam uma espécie do que eles chamam de contra-ataque aos índios que ocuparam suas terras.

Ontem à noite, no auditório da Associação dos Criadores de MS (Acrissul), em torno de 50 produtores rurais discutiam a promoção de leilões de gado como meio de arrecadar dinheiro e, com isso, custear a contratação de empresas de segurança para proteger as áreas rurais e também para bancar recursos judiciais.

O presidente da Acrissul, Chico Maia, idealizador da proposta do leilão, não quis admitir o termo milícia (organizações militares ou paramilitares compostas por cidadãos comuns, armados ou com poder de polícia que teoricamente não integram as forças armadas) contudo, ao expor o objetivo seu argumento, deixou a entender que os fazendeiros, “já desacreditados no Estado e no Poder Judiciário” precisam logo de uma mobilização.

“A Constituição garante que é direito do cidadão defender seu patrimônio, sua vida. Guarda, segurança, custa dinheiro. Para entrarmos numa batalha precisamos de recurso. Imagine se precisamos da força de 300 homens, precisamos de recurso para mobilização”, disse Chico Maia.

A insatisfação dos fazendeiros cujas áreas foram ocupadas por comunidades indígenas está relacionada com a promessa do governo federal que, em junho passado, quatro meses atrás, prometeu agir nos conflitos agrários. Pelo anunciado até agora, a União deve pagar pela propriedade que pode ser transformada em aldeias indígenas. Ocorre que os produtores disseram que se até o dia 30 deste mês, daqui a 22 dias, o governo federal não cumprir o prometido, a classe vai se mobilizar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Mariana Anjos - Assessoria deputado Eduardo Rocha AÇÕES DEPUTADO EDUARDO ROCHA
Deputado Eduardo Rocha recebe autoridades de São Gabriel do Oeste e debatem sobre emendas
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário
FRONTEIRA VIOLENTA
Policial morreu durante invasão e ataque de seis a delegacia na fronteira de MS
ACIDENTE DE TRANSITO
Colisão frontal entre carreta e carro deixa motorista preso as ferragens em Itaporã (Fotos)
ESTUPRO
Pai é preso suspeito de engravidar filha de 14 anos em Dourados
TORTURA
Mãe raspa cabelo e sobrancelha do filho, filma agressão e acaba presa
Veículo pegou fogo com a colisão - Crédito: Osvaldo Duarte/ Dourados News ACIDENTE NAS ESTRADAS
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã, homem ficou preso as ferragens
Rave com mais de 500 pessoas é encerrada pela Guarda Civil de Campo Grande  Foto: GCM/Divulgação FESTA NA PANDEMIA
Rave clandestina com mais de 500 pessoas é encerrada pela Guarda
PLANTÃO FÁTIMA NEWS DEU RUIM
DEU RUIM: Adolescente tenta assaltar PM de folga e morre em MS
CARCERE PRIVADO
Homem é preso por cárcere privado e violência doméstica após mulher pedir socorro com foto nas redes