Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
ACERTO DO NARCOTRÁFICO

Dois corpos são localizados em menos de 5h na fronteira

Corpos estavam distantes 100 metros

17 Jun 2019 - 14h30Por Porã News

Dois homens foram encontrados mortos neste domingo (16) na região de uma fazenda de Bella Vista do Norte, no Paraguai, que faz fronteira com o município sul-mato-grossense de Bela Vista. Um dos corpos foi localizado às 10h deste domingo e o outro, cinco horas depois, a cerca de 100 metros de distância do primeiro. A polícia local investiga acerto de contas do narcotráfico.

Conforme as informações policiais, seguranças particulares de uma empresa acionaram investigadores da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica do Paraguai, ao avistarem um corpo na região. A vítima foi identificada como Juan Dario Benitez Romero, 24 anos, que já tinha passagem pela polícia por roubo à mão armada. Ele foi atingido por oito tiros.

Por volta das 14h30, os agentes da Divisão de Homicídios receberam um novo alerta dos guardas de segurança, de que outro corpo teria sido encontrado a aproximadamente 100 metros do lugar do primeiro. A vítima foi identificada como Roberto Pereira Delvalle, 25 anos, com passagem por porte ilegal de arma de fogo. Roberto também foi executado com vários disparos.

Informações dos investigadores indicam que as duas vítimas teriam sido executadas em um ajuste de contas do narcotráfico, mas nenhuma linha de investigação é descartada.

Execuções na fronteiraO empresário Rafael Romeiro Ribeiro, 28 anos, foi um dos executados na noite de quinta-feira (13) na região de fronteira. Rafael transitava com uma jovem de 19 anos em um VW-Fox na Rua Dr. Francia em Ponta Porã, quando foram atacados por pistoleiros que estavam em uma motocicleta. A cinco quilômetros dali, outros dois homens foram executados em menos de uma hora.

Os autores realizaram aproximadamente 15 disparos de pistola do calibre 9mm contra o para-brisa dianteiro do veículo. Rafael ainda transitou com o carro por aproximadamente 20 metros até alcançar a Linha Internacional, onde parou o carro já sem vida.

A jovem foi levada ferida para atendimento, sem risco de morte. Investigadores da Divisão de Homicídios da Polícia Nacional do Paraguai, investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais), agentes da Polícia Técnica de Ponta Porã, e o promotor da justiça paraguaia, Marcos Amarilla estiveram no local.

O pai da vítima identificado como o empresário Paulinho Dionizio Ribeiro, 55, proprietário de um restaurante, que também morreu executado. O crime aconteceu no dia 19 de outubro de 2018, quando ele estava em frente de seu comércio.

Outros dois mortos

Outros dois homens foram mortos a tiros a cinco quilômetros do local onde ocorreu o assassinato contra o empresário. As vítimas foram executadas na Vila Guilhermina 2. Ambos, sendo dois paraguaios, foram identificados como Martin Quintana Caballero e Dario Castillo Espinoza.

Testemunhas escutaram aproximadamente 18 tiros. A Polícia Nacional foi acionada e ninguém foi preso até o momento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA NO MS
Funileiro que matou e comeu carne de homem usou coronavírus para liberdade em MS
FATIMA DO SUL - ROUBO
Inacreditável: moto Biz é roubada de estacionamento em plena luz do dia em Fátima do Sul
EX-MORADOR DE GLÓRIA DE DOURADOS
DESAPARECIDO: Hilux de Ex-Morador de Glória de Dourados é encontrada no Paraguai
ACIDENTE NA RODOVIA
Caminhão boiadeiro tomba em rotatória e deixa animais mortos em MS
ASSALTO À IGREJA
Homens invadem igreja e furtam vários aparelhos eletrônicos do local em Dourados
FURTO
Bandidos da máscara preta invadem farmácia e fazem um 'limpa' no Buriti
IVINHEMA - CASO DE POLÍCIA
Mãe é acusada de praticar sexo com parceiro e fazer filha de 6 anos participar em Ivinhema
MUNDO MEDONHO
Sacerdote é preso após decapitar homem como 'sacrifício à deusa pelo fim da pandemia'
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
NA PRISÃO
POR AMOR: homem corta tornozeleira e volta para o namorado preso em penitenciária de MS