Menu
SADER_FULL
sexta, 29 de maio de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
ASSALTO

Dois assaltantes morrem em troca de tiros com a polícia em Dourados

A dupla tentava roubar uma loja de equipamentos para locação, no cruzamento das ruas João Vicente Ferreira com a Cider Cerzósimo de Souza, no Jardim Tropical.

18 Set 2019 - 08h57Por Campo Grande News

Dois assaltantes morreram no começo desta noite (17) durante troca de tiros com a polícia em Dourados.

A dupla tentava roubar uma loja de equipamentos para locação, no cruzamento das ruas João Vicente Ferreira com a Cider Cerzósimo de Souza, no Jardim Tropical. 

As informações iniciais são de que os suspeitos chegaram ao local de moto. Ao notarem a presença dos policiais durante o assalto eles atiraram contra os agentes, que revidaram. Eles foram encaminhados para uma unidade de saúde, mas morreram logo após darem entrada.

As informações, ainda extraoficiais são de que os criminosos sejam João Victor e Daniel Gonzalez, considerados de alta periculosidade e acumulavam diversas passagens pela polícia. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

INDIGNAÇÃO
Morte de homem negro asfixiado por policiais nos EUA gera indignação internacional
VICENTINA - DESAPARECIDO HÁ 73 DIAS
Desaparecido há 73 dias, família não perdeu a esperança de encontrar seu Manoel em Vicentina
BARBÁRIE
Jovem é espancada e queimada viva por multidão no meio da rua
ESTUPRO
Homem é preso em flagrante tentando estuprar mulher desacordada
ACIDENTE FATAL
Motociclista invade pista contrária, bate em caminhão e morre na BR-060
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Casa pega fogo, família com 8 crianças fica só com a roupa do corpo e precisa de doações
CASO DE POLÍCIA
Liberado na pandemia, preso é flagrado com droga enterrada em ''casa'' de jabuti
FÁTIMA DO SUL - POLÍCIA MILITAR
14° BPM entrega 200 kg de alimentos da campanha 'O Essencial Não Para' em Fátima do Sul
FRAUDE
URGENTE! 160 mil possíveis FRAUDES no auxílio emergencial de R$600
PROVA DO CRIME
Papagaio repete as últimas palavras de mulher assassinada e é usado como prova do crime