Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 28 de maio de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
CASO DE POLICIA

'Disseram que eu não era homem', alega acusado de assassinar três trabalhadores

Homem foi preso na fronteira com a Bolívia e confessou os crimes

16 Out 2019 - 07h47Por Diario Corumbaense

Laudinir da Silva Penaz, 34 anos, mais conhecido como "Corumbá", foi preso na manhã desta terça-feira (15). Ele é acusado de assassinar três trabalhadoras na fazenda Coqueiro, localizada na estrada que vai para o Forte Coimbra, distante 60 km do centro corumbaense.

Ele foi preso na região do Jacadigo, numa área conhecida como Carmen de La Fronteira, na divisa com a Bolívia, por equipes da Força Tática da Polícia Militar, da Polícia Civil e da ALI (Agência Local de Inteligência).

O sargento da Polícia Militar, Wagner Souza Braga, contou ao Diário Corumbaense que ele tentou fugir para a Bolívia, mas a polícia da cidade vizinha sabia da operação e ele voltou. Durante a fuga, Laudinir caiu e acabou se rendendo.

Outro homem também foi preso, suspeito de fornecer a arma utilizada no crime que vitimou Pedro Carlos Aquino, 45 anos, Jocemar Gonçalves dos Santos, 36 anos, e João Estevão Cáceres, 50 anos. Vinícius Schumacher de Lima, 27 anos, também foi baleado na lateral esquerda da boca.

Em entrevista para o Diário Corumbaense, o assassino disse estar arrependido. “Eu atirei neles porque disseram que eu não era homem e que corumbaense não tinha coragem de atirar. Foi aí que resolvi atirar neles. Depois disso, fugi com o carro e abandonei perto do lixão e fui para o local onde me prenderam, mas eu não queimei nenhum carro e nem roubei nenhum dinheiro”.

As vítimas saíram de Guia Lopes da Laguna para fazer a empreitada na propriedade rural. Laudinir diz que só atirou no sobrevivente, Vinícius, para eliminar as testemunhas. “Atirei nele para não deixar vestígios. Ele estava no local e viu o que tinha acontecido”, completou Laudinir.

A polícia ainda não encontrou a arma do crime. Segundo o Diário Corumbaense, o veículo Fiat Strada/1999, placas AIO-2216, de Guia Lopes da Laguna, foi encontrado em chamas em uma mata localizada na rua Ceará entre a Vinte e Um de Setembro (trecho anel viário) e Edu Rocha, parte alta da cidade, na noite de domingo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA - DESAPARECIDO HÁ 73 DIAS
Desaparecido há 73 dias, família não perdeu a esperança de encontrar seu Manoel em Vicentina
BARBÁRIE
Jovem é espancada e queimada viva por multidão no meio da rua
ESTUPRO
Homem é preso em flagrante tentando estuprar mulher desacordada
ACIDENTE FATAL
Motociclista invade pista contrária, bate em caminhão e morre na BR-060
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Casa pega fogo, família com 8 crianças fica só com a roupa do corpo e precisa de doações
CASO DE POLÍCIA
Liberado na pandemia, preso é flagrado com droga enterrada em ''casa'' de jabuti
FÁTIMA DO SUL - POLÍCIA MILITAR
14° BPM entrega 200 kg de alimentos da campanha 'O Essencial Não Para' em Fátima do Sul
FRAUDE
URGENTE! 160 mil possíveis FRAUDES no auxílio emergencial de R$600
PROVA DO CRIME
Papagaio repete as últimas palavras de mulher assassinada e é usado como prova do crime
NAVIRAÍ - R$ 400 MIL LIBERADOS
Onevan informa liberação de R$ 400 mil para construção piscina semiolímpica no Bombeiros de Naviraí