Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
INCIDENTE FATAL

Denunciado por queimada, morador morre em confusão com guardas em Dourados

Ele foi atingido por pelo menos um tiro de munição não letal.

13 Out 2019 - 07h10Por Campo Grande News

Identificado como Alcindo Alexandre Neto, de 35 anos, morador da Vila Cachoeirinha, em Dourados, morreu na tarde desta sexta-feira, depois de envolver-se em confusão com guardas municipais. Ele foi atingido por pelo menos um tiro de munição não letal.

A morte aconteceu depois de denúncia que de o morador estava fazendo queimada em um terreno, para livrar-se de folhas amontoadas. Quando a equipe da Guarda chegou ao local, ele teria ficado alterado, se armado de tesoura e chegado a derrubar um dos agentes de segurança, segundo afirmou ao Campo Grande News o comandante da Corporação, Divaldo Machado. 

Tesoura que, segundo a Guarda, estava com o morador.
Tesoura que, segundo a Guarda, estava com o morador

De acordo com o comandante, não é possível saber se a morte ocorreu em decorrência do ferimento de munição menos letal ou de algum mal súbito, uma vez que a vítima, de acordo com ele, apresentou-se bastante nervosa.

Em Dourados, os guardas tem autorização para usar armas de fogo, mas as primeiras informações são de que o agente que conseguiu reagir durante a confusão usou um tipo de arma que não é feita para ferir gravemente. O tipo não foi esclarecido.

O caso ainda está sendo registrado pelas autoridades por isso as circunstâncias ainda vão ser apuradas.

Para tentar contê-lo os guardas atiraram nele com arma de choque e em seguida com outra de baixa letalidade. Logo após ser atingido por um cartucho antimotim do tipo "pó de arroz", que tem partículas de polietileno a vítima morreu.

“Uma fatalidade, pois antes de usar arma de menor letalidade, foram feito dois disparos com arma de condução elétrica, mais devido o estado que ele se encontrava não teve o efeito esperado”, comentou o inspetor Silvio Peres, da Guarda Municipal da cidade.

A perícia da Polícia Civil ainda vai apurar se a morte ocorreu em decorrência do ferimento de munição menos letal ou de algum mal súbito, devido ao nervosismo do rapaz.

Guardas que teriam sido atacados pelo morador. (Foto: Adilson Domingos) Guardas que teriam sido atacados pelo morador. (Foto: Adilson Domingos)

Deixe seu Comentário

Leia Também

EX-MORADOR DE GLÓRIA DE DOURADOS
DESAPARECIDO: Hilux de Ex-Morador de Glória de Dourados é encontrada no Paraguai
ACIDENTE NA RODOVIA
Caminhão boiadeiro tomba em rotatória e deixa animais mortos em MS
ASSALTO À IGREJA
Homens invadem igreja e furtam vários aparelhos eletrônicos do local em Dourados
FURTO
Bandidos da máscara preta invadem farmácia e fazem um 'limpa' no Buriti
IVINHEMA - CASO DE POLÍCIA
Mãe é acusada de praticar sexo com parceiro e fazer filha de 6 anos participar em Ivinhema
MUNDO MEDONHO
Sacerdote é preso após decapitar homem como 'sacrifício à deusa pelo fim da pandemia'
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
NA PRISÃO
POR AMOR: homem corta tornozeleira e volta para o namorado preso em penitenciária de MS
TRAFICO DE DROGAS
Força Tática do 14 BPM apreende 166 kg de maconha na região de Deodápolis-MS
CRIME ORGANIZADO
Gaeco vai às ruas e cumpre mandados em Dourados e mais 3 cidades