Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 29 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
SITIOCA ALVORADA
Dourados - violência

Confronto entre dois grupos rivais coloca em risco a população de Dourados

10 Abr 2014 - 17h11Por Dourados Agora

Disputa entre grupos rivais ameaça a população de Dourados, e o Serviço de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil trabalha para deter os envolvidos. Na última sexta-feira, um desentendimento entre jovens resultou em duas tentativas de homicídio em locais públicos, deixando três pessoas feridas a bala.

Segundo o delegado Adilson Stiguivitis, do SIG, motivos pessoais promovem esta rivalidade. “São dois grupos formados por cerca de três ou quatro jovens cada, entre eles menores, que vivem se ameaçando por motivos banais. Sempre que alguns dos rivais se encontram, eles acabam brigando entre si e em alguns casos até trocam tiros”, explicou o delegado.

Na terça-feira, três amigos foram presos pela Polícia Civil acusados de envolvimento em tentativa de homicídio. Gabriel Feitosa Matoso, de 25 anos, Paulo Henrique Devalo de Souza, de 19 anos, e um adolescente de 17 anos estavam com um revólver calibre 38, uma pistola 380 e munições para pistola.

De acordo com Stiguivitis, Gabriel e o adolescente são acusados de terem atirado contra dois desafetos por volta das 22 horas de sexta-feira, na Avenida Marcelino Pires, região do Jardim Central, e Paulo é responsável por guardar as armas utilizadas na ação.

Gabriel e o comparsa estavam em um carro, e ao verem os rivais em uma moto, não hesitaram e efetuaram pelo menos dez disparos, mas nenhum deles atingiu os alvos. Como retaliação, logo em seguida, por volta das 23 horas, a dupla da moto (já identificada) foi até uma conveniência localizada na Avenida Joaquim Teixeira Alves, centro da cidade, e atentou contra a vida de alguns supostos amigos de Gabriel que estavam no local.

Três pessoas foram baleadas, sendo que um adolescente foi socorrido em estado grave. Ambas as tentativas de homicídio aconteceram em vias públicas, onde haviam outras pessoas inocentes que poderiam acabar feridas, por isso, o delegado reitera que o SIG trabalhava para prender mais pessoas e pôr um fim a estes confrontos.

“Esses jovens andam armados e oferecem risco para a população, por isso, nossos trabalhos de investigação têm sido realizados no intuito de prender todos os envolvidos. As desavenças entre eles tiverem início em março, quando a irmã de Gabriel foi baleada na cabeça durante atentado em um posto de combustíveis na Avenida Weimar Gonçalves Torres. O jovem prometeu vingança e desde então ele e amigos têm confrontado o grupo rival que teria sido responsável por ferir sua irmã”, detalhou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FESTONA NA PANDEMIA
Guarda Municipal acaba com 'festona' em flagrante com 119 adolescentes em MS
SEGURANÇA NO FIM DE ANO
Segurança no Estado durante as festas de fim de ano terá mais de 2 mil policiais nas ruas em MS
NOTÍCIA TRISTE
NÃO DEU TEMPO: 'Ceará' morre na véspera de encontro com os filhos que não via há 23 anos
FORÇA TÁTICA DE FÁTIMA DO SUL
Força Tática de Fátima do Sul apreende mais de 100 quilos de maconha
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre ônibus e caminhão matou 41 pessoas
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Mãe e Bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito (MS)
DISPARO ACIDENTAL
Quando colhia castanhas, Índia de 14 anos é morta com tiro disparado pelo próprio marido
COISA DE FILME DE TERROR
Vizinhos de massagista estão em choque com crueldade do crime em cidade do MS
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violento acidente entre ônibus e caminhão em rodovia provoca 22 mortes
BARBÁRIE
Chargista é esquartejado e corpo colocado em malas