Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 7 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
segurança

Com 558 integrantes identificados, MS tem o terceiro maior exército do PCC no Brasil

15 Out 2013 - 18h00Por Mídia Max

Mato Grosso do Sul é o terceiro estado do Brasil em número de integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) dentro de cadeias. Além disso, MS ainda faz divisa com São Paulo, o maior estado com integrantes da organização criminosa, com o Paraná, o segundo na contagem, e com a Bolívia e o Paraguai, os únicos dois países, além do Brasil, que aparecem com integrantes em seus territórios.

Esses dados são de uma investigação de três anos e meio do Ministério Público Estadual (MPE) de São Paulo, que concluiu o maior mapeamento da história do crime organizado no País.  De acordo com os dados, Mato Grosso do Sul possui hoje 558 integrantes reconhecidos como membros do PCC. Desses, 488 estão em presídios e 77 estão soltos.

São Paulo aparece como o estado que possui maioria absoluta de integrantes da organização criminosa com 7.800. O Paraná aparece em segundo lugar com 626 criminosos. No Paraguai são 39 membros, 11 presos e 28 soltos. Na Bolívia estão mapeados 18 integrantes, todos soltos.

Mato Grosso do Sul funciona como funil da rota para o tráfico de entorpecentes, onde as drogas entram no país, trocados por carros e dinheiro no Paraguai e na Bolívia. A investigação identificou que a organização criminosa possui cerca de 11.400 membros em 22 Estados, no Paraguai e na Bolívia. Além disso, descobriu que ela movimenta R$ 120 milhões por ano e discutiu ataques a autoridades do governo do Estado.

Em Campo Grande, entre os detentos nas penitenciárias masculinas e femininas e em todas as unidades prisionais, atualmente a população carcerária é de 5.414. Em Mato Grosso do Sul esse número é de 12.286 pessoas.

O titular da delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (DECO) João Eduardo Davanço, afirma que o estado, atualmente, ainda é um lugar tranquilo. “Nós tivemos um único caso em Três Lagoas que foi reprimido imediatamente. Também possuímos uma inteligência que trabalha focada no combate a qualquer tipo de organização criminosa. Posso dizer com certeza que MS é um local seguro graças ao trabalho da Polícia Civil”.

A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) informou através da assessoria de imprensa que não recebeu, oficialmente, nenhuma investigação e que desconhece a colocação do Estado na investigação.  O coronel Deusdete Souza de Oliveira afirma ainda que não comenta questões relacionadas à inteligência policial.

O MPE de São Paulo confirma a realização da investigação e afirma que o documento foi apresentado a justiça no dia 11 de setembro. No entanto, atualmente o processo corre em segredo de justiça e os promotores não falam sobre as investigações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMENAGEM AO "PAI DO DOF"
Barbosinha dá nome de 'Coronel Adib Massad' à sede do DOF em Dourados
Televisor foi parcelado em dez vezes pelo ladrão, diz polícia em MS  Foto: Polícia Civil/Divulgação SE ARREPENDEU!!!
Ladrão se arrepende de furto, compra TV parcelada em 10 vezes e vai até delegacia devolver em MS
Jovem é morto com seis tiros em cima da cama, no Jardim Colorado, em Campo Grande.  Foto: Redes Sociais CRIME EM MS
Jovem é morto com seis tiros em cima da cama em MS
GARRAS
Garras inaugura Centro de Treinamento Tático e comemora 30 anos de história
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Mãe aflita procura por filho desaparecido há 5 dias em Caarapó
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
LUTO POR 3 DIAS
Governador decreta luto oficial de três dias pela morte do coronel Adib Massad
ACIDENTE GRAVE
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
CONFIRA SUA TRAJETÓRIA
Governador lamenta morte de Adib Massad, confira toda sua trajetória do 'Águia da Fronteira'