Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 30 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
CARA DE PAU

Cliente põe o próprio cabelo em lanche e tenta não pagar. VEJA O VÍDEO

O fato chamou a atenção na cidade de Mandaguaçu, Paraná nesta terça-feira (11), à noite.

13 Ago 2020 - 15h51Por Tn Online

A ação foi flagrada por câmera de segurança e registrou os momentos em sequência, desde as tentativas de arrancar tufos de cabelo da cabeça, observar se tinha fios o suficiente para convencer e a alegação no caixa para enganar.
                                      O fato chamou a atenção na cidade de Mandaguaçu, Paraná nesta terça-feira (11), à noite. Segundo os atendentes que fizeram o Cachorro Quente para o rapaz, o proprietário do estabelecimento – constrangido – ofereceu trocar o lanche do cliente e que descartasse o que “estaria” com cabelo.
                                      As imagens estão circulando pelas redes sociais e os comentários são de defesa da lanchonete. Por outro lado, o adjetivo de “cara de pau”, é o que classifica a iniciativa do frequentador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANICO NA FAVELA
VÍDEO: incêndio destrói barracos em favela e causa pânico em MS
Na foto, Randoval Leite, o radialista Peba, da Rádio Cidade CORONAVIRUS EM NAVIRAI
Família do radialista Peba, com Covid-19 agradece a equipe do Hospital Municipal de Navirai
funcionário da Celpe, José Reginaldo de Santana júnior, 31 anos CRIME HEDIONDO
Funcionário de empresa é executado após realizar corte de energia
CRIME NAS LICITAÇÕES
Ministério Público de MS deflagra a "Operação Decibéis" em Dourados e investiga empresas
CORRUPÇÃO NA SAUDE
Escritório em Ivinhema é alvo de operação do Ministério Público de São Paulo
100 TROTES
Sancionada lei que prevê multas e punições para quem passar trote no 190 e 193
MS FORTE
Mato Grosso do Sul é o 2º Estado brasileiro que mais esclarece homicídios
É MUITA MACONHA
Apreensão de carga milionária de maconha aconteceu próximo ao rio Dourados
FOGO NO PANTANAL
Queimadas no Pantanal destroem oito pontes de madeira; na MS-243 e MS-195
AGORA É LEI
AGORA É LEI: Prisão de até 05 anos para maus-tratos contra cães ou gatos