Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 15 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
TRAGEDIA

Adolescente ao manusear espingarda dispara e mata acidentalmente amigo de 13 anos em MS

Crime ocorreu na manhã desta quinta-feira (23), em Rochedo, no norte de MS; pai do autor vai responder por posse ilegal de arma e omissão de cautela.

24 Jan 2020 - 07h58Por Campo Grande News

Um tiro acidental de espingarda matou Bruno de Arantes Diniz, de 13 anos, nesta quinta-feira (23), em Rochedo – a 74 quilômetros de Campo Grande. O disparo foi feito pelo amigo dele, que também tem 13 anos.

Segundo o delegado Valmir Moura Fé, o caso aconteceu nesta manhã, logo depois que os pais do autor saíram para trabalhar. “Ele chamou o coleguinha para ir na casa dele, os pais saíram e os dois ficaram sozinhos. Eles entraram no quarto do pai e encontraram a arma em cima do guarda-roupa”.

A arma, conforme o delegado, é uma espingarda de pressão adaptada para calibre 22. Enquanto o menino mexia na arma, ela disparou e atingiu a nuca de Bruno. Ele chegou a ser levado para atendimento médico, mas não resistiu ao ferimento.

Na delegacia, o dono da arma, um auxiliar de serviços gerais de 35 anos, contou ter comprado a espingarda já modificada há três anos de um desconhecido em Camapuã. Depois disso, trabalhou por um tempo na área rural de Rochedo, mas logo de mudou para a cidade e parou de usar o armamento.

Desde então, relatou em depoimento, guardava a arma em cima do guarda-roupa, mas sequer lembrava se estava municiado ou não. A mulher dele afirmou ao delegado que não sabia que a espingarda ainda estava na casa e o filho que não tinha nenhum conhecimento sobre como manusear ela.

“Adolescente tem curiosidade e não tem noção do perigo. Provavelmente ele tocou o dedo no gatilho e a arma disparou”, explicou Moura Fé. Após prestar depoimento, o auxiliar de serviços gerais foi indiciado por porte ilegal de arma e omissão de cautela. Já o filho dele vai responder por ato infracional equivalente a homicídio culposo, quando não há intenção.

“Quem tem arma em casa precisa deixar desmuniciada, trancada em cofre. Em 20 anos de profissão já vi muitos casos como esse”, lamentou Moura Fé. O corpo de Bruno foi levado para o Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal), onde passará por exames.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

IRREGULARIDADES
Prefeitura contrata funerária para transportar pacientes vivos em MT
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Dono de Padaria de 78 anos estupra filha de funcionária de seu estabelecimento
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Homem procura a mulher e filhos que desapareceram na última semana em cidade do MS
RINHA DE GALOS
RINHA DE GALOS: local é fechado e proprietário autuado em R$ 7 mil
FOGO
INCÊNDIO NA MADRUGADA: Fogo destrói lanchonete, invade loja e queima várias motocicletas, VEJA FOTOS
CRIME A ESCLARECER
Homem é executado ao parar com Mercedez em semáforo
CARA DE PAU
Cliente põe o próprio cabelo em lanche e tenta não pagar. VEJA O VÍDEO
VIOLENCIA DOMESTICA
Veterinária é agredida por ex-namorado médico e diz que tem medo de dormir em casa
CRIME DE PISTOLAGEM
Pistoleiros chamam por rapaz no portão que é executado com tiros em Itaquirai
FÁTIMA DO SUL - ACIDENTE
Motociclista sofre traumatismo e fica gravemente ferido após acidente em Fátima do Sul