Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
TRAGÉDIA

Tragédia em deslizamento tem 7 mortos, bombeiros suspendem buscas por 3 desaparecidos em Capitólio

Três mulheres e quatro homens ainda sem identificação morreram

9 Jan 2022 - 08h46Por Midiamax

Em nova atualização, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou a sétima morte no deslizamento de rochas no lago de Furnas, em Capitólio, Região Centro-Oeste de Minas. Ao todo, 31 vítimas já foram atendidas e liberadas.

Ainda segundo os militares, 3 pessoas contiunam desaparecidas na região do acidente. Inicialmente, os agentes identificaram 20 desaparecimentos, mas o número foi atualizado após cruzamento de dados e contatos. A equipe de resgate suspendeu a procura por conta das condições de visibilidade e devem retornar neste domingo (9) ao amanhecer.

Conforme o Tenente, 4 embarcações foram atingidas pela rocha. Duas de forma direta e outras duas de forma indireta. Três mulheres e quatro homens que ocupavam a mesma embarcação perderam a vida. Os corpos ainda não foram identificados, pois foram muito machucados pelo impacto das rochas.

Tragédia

A corporação informou que foi acionada por volta do meio-dia por funcionários que trabalham nas proximidades da ponte do Turvo. Eles relataram aos agentes a ocorrência de uma cabeça d’água na região dos cânions, que teria provocado o rolamento das pedras. As causas do acidente, contudo, ainda não foram elucidadas. Os bombeiros calculam que as pedras caíram de mais de cinco metros de altura.

Dos 32 feridos contabilizados, ao menos 27 já receberam atendimento na Santa Casa de Capitólio e foram liberados. Quatro estão internados em hospitais nas redondezas da cidade: Dois na Santa Casa de Piumhi, com fraturas expostas e dois na SC de Passos que estão estáveis. Nenhuma vítima foi identificada até o momento.

Resgate

Ao menos 40 militares estão no local, entre bombeiros de Passos, que fica 74 km de Capitólio; Piumhi, a 23 km da localidade, além de membros da Marinha. As guarnições contam com mergulhadores, além de aparato técnico especializado, como o helicóptero Arcanjo 08, equipado com estrutura de evacuação aeromédica par transporte de vítimas em estado grave

A Marinha do Brasil informou, por meio de nota, que vai abrir inquérito para apurar as causas do acidente. Segundo nota divulgada pela instituição, a Delegacia Fluvial de Furnas deslocou, imediatamente, equipes de Busca e Salvamento para o local, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aos outros órgãos atuando no local.

 

Leia Também

BAIXA RENDA
Auxílio Gás: governo libera o pagamento no valor de R$ 52
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem um aumento e registra 351 mortes em 24 horas
EFICIENCIA
Com logística ágil, vacinas chegam em tempo recorde em Fátima do Sul e 78 municípios do Estado
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com obra do Governo do Estado, Cachoeirão se prepara para novo ciclo do turismo
DOAÇÃO DE SANGUE
Doações de sangue aumentam na Rede Hemosul, mas 2022 já apresenta dificuldades
SEGURANÇA PÚBLICA
Feminicídios reduzem 83,3% em Campo Grande, aponta Secretaria de Justiça e Segurança Pública
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
Com 02 na UTI, casos de Covid sobem para 146 positivos em Fátima do Sul
SAÚDE MENTAL
Janeiro Branco | 5 apps para cuidar da saúde mental recomendados pelo Google
FOTO: FÁTIMA NEWS FÁTIMA DO SUL - AGORA É OBRIGATÓRIO
Uso de máscara e passaporte de vacinação para atividades aquáticas é obrigatório em Fátima do Sul
OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes