Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 3 de julho de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
AÇÕES DO GOVERNO DE MS

Professores convocados do Estado recebem salários nesta sexta com reajuste de 20%

31 Mar 2022 - 09h00Por Bruno Chaves, Subcom

O Governo de Mato Grosso do Sul paga nesta sexta-feira (1°) os salários dos professores convocados da Rede Estadual de Ensino com reajuste de 20%. Este é a primeira parte do aumento conquistado pela categoria, que acordou revisão salarial em duas etapas: 20% em fevereiro e mais 14% em abril.

A primeira parte será quitada só agora, na folha de março, paga em abril, porque a folha de fevereiro já tinha sido fechada na data do acordo com a categoria (23 de fevereiro).

Cerca de 80% dos 10 mil professores convocados serão contemplados nessa primeira leva de pagamentos, segundo dados da SED (Secretaria de Estado de Educação). O restante deve receber o benefício na folha de abril, que será paga em maio. Isso por causa do período de fechamento dos contratos de trabalho.

O aumento para a classe foi pactuado pelo governador Reinaldo Azambuja com a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação do MS) no final do mês passado.

“É muito importante o diálogo, que nunca cessou. Tivemos momentos difíceis, mas não deixamos de conversar. É um ganho da federação e do governador. É uma valorização importante, merecida. Estamos dando reajuste enquanto 70% dos estados não conseguem pagar o piso”, afirmou o governador ao anunciar a revisão salarial dos convocados.

Governador Reinaldo Azambuja e o presidente da Fetems, Jaime Teixeira (Foto: Chico Ribeiro)

Já o presidente da Federação, professor Jaime Teixeira, na mesma data, declarou que o reajuste mostra o comprometimento de Mato Grosso do Sul com a qualidade da educação. “É um compromisso com a educação pública. O nosso salário é o melhor para o efetivo e, agora, o senhor (Reinaldo Azambuja) diminui a distância para o convocado”, afirmou ele.

Com o reajuste total de 34%, o salário do professor convocado pode chegar a R$ 6 mil, no caso do profissional com mestrado/doutorado que possui carga horária de 40 horas semanais. De acordo com a Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), a revisão salarial deve impactar em R$ 100 milhões/ano a folha de pagamentos do Governo do Estado.

Leia Também

Fotos: Chico Ribeiro AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo entrega quase 200 máquinas e reforça elo municipalista para o desenvolvimento
Raquel dos Passos, SAD AÇÕES DO GOVERNO DE MS
601 aprovados em concursos públicos são nomeados nesta sexta
Foto: Agência Brasil AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Além do diesel, Governo baixa pauta da gasolina e mantém a do gás de cozinha congelada
Foto: Chico Ribeiro AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Estado autoriza realização de novos concursos com mais de 900 vagas
HORTAS SOCIAIS
Hortas sociais instaladas por detentos de Jardim transformam realidade de escolas
MS EM DESTAQUE
Mato Grosso do Sul recebe nota A em Qualidade da Informação Contábil e Fiscal
MS FORTE
Estado de MS é o 1º estado do Brasil em desenvolvimento agropecuário
DINHEIRO NA CONTA
Sextou: servidores do Estado já podem sacar os salários de junho
Fotos - Chico Ribeiro AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Volume de investimentos da iniciativa privada no MS deve superar R$ 51 bilhões
RESSARCIMENTO
Lei garante R$ 453 milhões de crédito para consumidores de energia em MS