Menu
BANNER IMPRESSORAS
segunda, 8 de agosto de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
AÇÕES DO GOVERNO DE MS

Pavimentação da MS-320 integra rota da celulose e realiza sonho de produtores

25 Jun 2022 - 08h27Por Bruno Chaves, Subcom

Na Costa Leste de Mato Grosso do Sul, a pavimentação da MS-320, no trecho que liga Três Lagoas ao trevo Vera Cruz, na MS-377, promete integrar toda uma região produtora de florestas plantadas, fortalecendo a cadeia da celulose e o sistema logístico. A obra ainda concretiza sonhos de produtores rurais que vivem e trabalham na região, já que, depois de pavimentado, o caminho servirá de nova rota de conexão entre Três Lagoas, Água Clara, Inocência, Paraíso das Águas e Chapadão do Sul.

A autorização para o início da obra na rodovia foi dada pelo governador Reinaldo Azambuja nesta semana, após o anúncio de que a empresa chilena Arauco vai construir em Inocência uma nova fábrica de celulose, a 5ª de Mato Grosso do Sul, em um investimento de R$ 15 bilhões.

Segundo o governante, nesta etapa serão pavimentados 31,7 quilômetros da MS-320. "As máquinas já estão aqui, começando a pavimentação. Esse primeiro trecho recebe R$ 76 milhões de investimentos. Vamos fazer essa rodovia completa, pois é uma integração muito importante para o escoamento do eucalipto e da produção. Os outros (dois) trechos já contratamos projeto executivo também para licitar e deixar tudo isso organizado", destacou Reinaldo Azambuja.

Reinaldo Azambuja vistoriou o canteiro de obras nesta semana, após autorização para início da pavimentação

Em Três Lagoas, a MS-320 inicia no entroncamento com a MS-158 e segue até o trevo Vera Cruz, na MS-377. Neste ponto, quem viaja pela estrada pode seguir reto por 155 quilômetros até Paraíso das Águas, virar à esquerda e continuar por mais 85 quilômetros até chegar em Água Clara ou dobrar à direita e seguir mais 51 quilômetros até Inocência.

Sonho de gerações

Mara (esquerda) e Selma (direita) acreditam no desenvolvimento da região após a pavimentação da MS-320

Segundo a produtora rural Mara Cristina Viana Belchior, de 52 anos, o movimento de veículos pesados em toda a região é intenso por causa do escoamento do eucalipto, matéria-prima da celulose fabricada na Costa Leste. "E o tráfego na MS-320 também é muito grande. Quando chove, os veículos atolam e fica difícil", revelou. "A obra é importante porque melhora o acesso e dá mais segurança. É um sonho", destacou.

Mara é uma das integrantes do Grupo Mulheres do Agro de Três Lagoas (Matrel), que reúne cerca de 80 produtoras rurais da cidade. Parte da associação se encontrou com o governador Reinaldo Azambuja para falar sobre as melhorias na MS-320 e agradecer o início das obras.

Selma Rosane Bento, 55, uma das mulheres da Matrel presentes no encontro, ressaltou a importância do asfalto para a produção rural. "O custo do transporte encarece na estrada de terra. Então, o benefício vai ser grande para o transporte e até para o emprego porque a estrada de terra traz dificuldades e o asfalto facilita o acesso, transporte e escoamento. Facilita a vida, valoriza a propriedade e traz uma série de benefícios à população e aos usuários da estrada", pontuou.

Para Viviane, pavimentação é sonho realização de um sonho familiar

Outra produtora com fazenda na rodovia é Viviane Jussara Zacarias, 47. Para ela, além dos benefícios econômicos, a rodovia pavimentada representa a realização de um sonho de família. "Meu pai é pecuarista daqui, já é falecido, e ele dizia que nunca sairia o asfalto e que nem a neta dele iria ver. Estamos há muitos anos esperando. Há 25 anos pleiteando. E agora, graças a Deus e ao nosso governador, vamos ver esse asfalto. Estamos agradecidos e contentes com isso", revelou ela, que tem uma filha de três anos.

Produtor membro do Sindicato Rural de Três Lagoas, José Luiz Galvani, 56, vive há 30 anos na região. Ele também tem histórias sobre as dificuldades enfrentadas ao longo dos anos na MS-320 e agora, com o começo da obra de pavimentação, acredita que o sonho está prestes a se tornar realidade, conectando sonhos das antigas com as novas gerações.

"Meu avô comprou uma propriedade nessa estrada. Em 1973 nós estávamos andando 110 quilômetros de terra e sofrendo. Eu lembro que era menino, tinha oito anos e uma hora perguntei ao meu avô: 'daqui a 10 anos vou ter 18 e vou tirar a carta. Essa estrada vai estar asfaltada?'. E ele disse que com certeza que a estrada estaria asfaltada. O meu pai faleceu em 2004, o meu avô em 2008 e só tenho um tio vivo. E esse tio falou que não iríamos ver a MS-320 asfaltada. Mas ele está com 82 anos e vai ver sim", contou José Luiz.

Governador Reinaldo Azambuja e secretário Eduardo Rocha (Governo) conversam com José Luiz outros produtores rurais da MS-320

"O governador Reinaldo Azambuja nos dá uma alegria hoje imensurável. O sentimento é de gratidão ao governador e de esperança de que vai chegar os outros trechos para ligar a 320 até a 377", completou o produtor.

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - MERCADO JULIFRAN
OFERTAS: Segunda é dia de economizar nos produtos de limpeza e higiene pessoal no Mercado Julifran
FÁTIMA DO SUL - JORGE MERCADO
Semana do Dia dos Pais terá sorteio, veja as OFERTAS do Jorge Mercado Atacarejo em Fátima do Sul
AUXILIO BRASIL
Governo amplia Auxílio Brasil e mais 23,7 mil famílias vão receber em MS
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Semana começa com 3.417 vagas de emprego em Mato Grosso do Sul
INVESTIMENTO DO GOVERNO MS
Assinado convênio para maior investimento da história do Hospital de Rio Brilhante
SORTUDOS
Navirai e Mundo Novo levam a quina da Mega-Sena
DEFESA CIVIL
Miranda do MS e mais 7 cidades vão receber R$ 3,4 milhões após desastres
VICENTINA - MAIS EMPREGOS CHEGANDO VICENTINA - MAIS EMPREGOS CHEGANDO
Mais 400 empregos chegando, fruto do trabalho do Prefeito com apoio do Governo de MS em Vicentina
FOTO: SENZANO / ASSESSORIA FÁTIMA DO SUL - PORTAL DAS ÁGUAS
Venda de lotes no Portal das Águas continua aquecida em Fátima do Sul
MINERAÇÃO
Investimentos das mineradoras no MS devem superar R$ 5 bilhões nos próximos dois anos