Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 6 de dezembro de 2021
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
Busca
ELEIÇÕES NA OAB-MS

OAB-MS: Comissão eleitoral suspende pesquisa sem registro da chapa de Magrini

20 Out 2021 - 16h31

A comissão eleitoral da Seccional Mato Grosso do Sul da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS) determinou que a chapa da advogada Rachel Magrini à presidência da instituição cesse a divulgação de pesquisa publicada sem registro. 

“Deve a chapa representada - Chapa 11 “Um Novo Tempo Para a OAB/MS”, seus integrantes e afins cessarem imediatamente o compartilhamento, divulgação e replicação da referida pesquisa em sua integralidade ou fracionado pelas redes sociais e de comunicação virtual ou impressa, inclusive que seja retirado de onde foi inicialmente postado sob pena de multa diária, a ser determinada quando do julgamento do mérito”, afirmou o relator da comissão eleitoral, advogado Jeyancarlo Xavier B. Da Luz.

O integrante da comissão eleitoral ainda determinou que os sites de comunicação que divulgaram o levantamento, feito pelo Instituto de Pesquisa Resultado (IPR) retire do ar as notícias com o resultado da pesquisa, que pode ser falso. 
“Intimem-se a empresa de pesquisa para que apresente toda a documentação completa da referida pesquisa”, complementou o relator.

O relator do processo na comissão eleitoral ainda lembrou que há muito pouca documentação sobre a pesquisa. “Cabe esclarecer que ao procurar o registro de referida pesquisa me deparei com irrisória documentação, não condizente com o de uma pesquisa (fls. 06, 40/43), documentos juntados pela empresa de pesquisa que em sua petição de fls. 40, '...apresenta e requer o registro da pesquisa de opinião anexa'”, descreveu. 
Além do pedido para suspender a divulgação da pesquisa, atendido em liminar concedida nesta quarta-feira (20), a comissão eleitoral também julgará no mérito, a cassação da chapa de Rachel Magrini. 

Nas últimas eleições para a OAB-MS, o mesmo instituto chegou a publicar que Magrini estava em primeiro nas pesquisa. No resultado final das eleições passadas, Rachel Magrini terminou em terceiro. 
“A pesquisa foi divulgada sem registro. Ao que tudo indica é falsa, tanto que, após a noticia da representação, foi protocolado um documento em branco, tentando induzir a comissão ao erro. Mesmo assim, a comissão reconheceu a ilegalidade”, afirmou Felipe Baseggio, do departamento jurídico da chapa Mais OAB 22, autora do pedido.

O que dizem as pesquisas sérias?
Na semana passada, os institutos Ipems e Ranking publicaram pesquisas devidamente registradas na OAB, ambas mostrando ampla vantagem de Bitto Pereira. 

Na pesquisa Ipems, Bitto aparece com 49,94% das intenções de voto, no cenário que leva os votos válidos em consideração. A segunda colocada, Rachel Magrini, aparece com 43,42 dos votos, e a advogada Giselle Marques, terceira colocada, tem 6,64% das intenções de voto. 

O cenário de votos válidos exclui de sua apresentação os votos brancos, nulos e os indecisos, assim como ocorre nas apurações dos votos.

No levantamento do Ranking, Bitto Pereira está com 51,85% das intenções de voto na disputa pela presidência da OAB-MS. Neste mesmo levantamento em que Bitto lidera, Rachel Magrini tem 43,85% das intenções de voto, e Giselle Marques, 4,30%. O cenário informa somente os votos válidos e utiliza o mesmo critério de totalização dos votos, que exclui brancos, nulos e eleitores indecisos.
 

Leia Também

Foto: Chico Ribeiro HONRARIAS
Governador recebe honraria do Poder Judiciário em reconhecimento aos serviços prestados a MS
Fotos: Chico Ribeiro AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governador entregou obras, reduziu tarifas e lançou nova Caravana da Saúde nesta semana
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Pela primeira vez na história, oficiais da Polícia Militar são formados em Mato Grosso do Sul
EMPOSSADO
Eduardo Rocha assume secretaria de Governo de Reinaldo Azambuja
13º SALÁRIO
13° salário: Servidores públicos recebem 2ª parcela em 10 de dezembro
Ilustrativa/Pixabay OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Seleção com salários de até R$ 6 mil fecha inscrições nesta sexta-feira em MS
Fotos: Chico Ribeiro AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Prefeitos destacam que Nova Caravana vai atender quem mais precisa e contribuir com a saúde
FOTO: SUBCOM AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Depois de reduzir tarifa de água, governo de MS derruba em 20% no valor das taxas do Detran
Fotos: Chico Ribeiro AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Nova Caravana da Saúde tem R$ 120 milhões para exames e cirurgias
DEPUTADO BARBOSINHA AÇÕES DO DEPUTADO BARBOSINHA
Com apoio de Barbosinha projeto que cria Polícia Penal em MS é aprovado na CCJR