Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 25 de janeiro de 2022
Busca
INVESTIMENTOS NA SAÚDE

Nova Caravana da Saúde tem R$ 120 milhões para exames e cirurgias

O mutirão foi lançado pelo governador Reinaldo Azambuja e pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, nesta quinta-feira (2) e deve durar até outubro do ano que vem.

3 Dez 2021 - 07h06Por Portal do MS

Entre cirurgias e exames, 70 mil procedimentos médicos de média e alta complexidades serão realizados em Mato Grosso do Sul nos próximos 11 meses com a realização da nova etapa da Caravana da Saúde. O mutirão foi lançado pelo governador Reinaldo Azambuja e pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, nesta quinta-feira (2) e deve durar até outubro do ano que vem.

“A pandemia paralisou as cirurgias eletivas e os exames em todo o Estado. Em 2020 e 2021, os hospitais tiveram que parar esses serviços para se dedicarem ao atendimento à covid-19. Nisso, criou-se um passivo enorme de pessoas aguardando na fila. Pelo menos 70 mil. Então, hoje retomamos a Caravana, contratamos hospitais públicos e abrimos o credenciamento para hospitais privados. Serão feitos 70 mil procedimentos, podendo chegar a 100 mil. Isso tudo bancado com recursos do Governo de Mato Grosso do Sul. São R$ 120 milhões disponíveis e se precisar de mais, colocaremos mais”, destacou o governador Reinaldo Azambuja.

Desta vez, a Caravana será realizada em duas modalidades: “Opera MS” e “Examina MS”, com atendimentos exclusivos em unidades hospitalares e clínicas médicas credenciadas pelo Governo do Estado. Até o momento, 39 estabelecimentos de saúde de 34 municípios aderiram à Caravana. Mas esse número pode crescer.

Os pacientes serão atendidos conforme a fila de regulação, explicou o secretário Geraldo Resende. “Várias cidades estão fazendo consultas e exames. E já temos cirurgias agendadas para serem realizadas. O quantitativo de recursos que temos (R$ 120 milhões) é suficiente para realizar mais de 100 mil procedimentos em todo o Mato Grosso do Sul”, ressaltou.

Nova Caravana da Saúde será realizada até outubro de 2022

A cerimônia de lançamento da nova etapa da Caravana da Saúde foi realizada na sede da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, e contou com a participação de secretários estaduais e municipais; de deputados estaduais e federais; e de prefeitos e diretores de hospitais de todo o Estado.

Presidente da Assomasul e prefeito de Nioaque, Valdir Couto Junior falou do papel dos municípios na realização da nova Caravana da Saúde. “Vamos trabalhar em conjunto, os 79 prefeitos, disponibilizando a logística para os exames e cirurgias acontecerem de forma rápida, atendendo todos os pacientes, do pequeno ao grande município”, detalhou. 

Procedimentos

Pelas duas modalidades da Caravana da Saúde, "Opera MS" e "Examina MS", serão ofertados procedimentos cirúrgicos eletivos e ambulatoriais (exames) de média e alta complexidades. Entre as cirurgias feitas estão as ortopédicas, vasculares, oftalmológicas, de otorrinolaringologia e urológicas. No rol de exames aparecem ressonâncias magnéticas, tomografias computadorizadas, ultrassonografias, cardiovasculares, de cintilografia, endoscopia e colonoscopia.

Bruno Chaves, Subcom
Fotos: Chico Ribeiro

Leia Também

Andreza tinha fotos da profissão nas redes sociais - Crédito: Reprodução/Facebook ACIDENTE FATAL
Acidente entre ambulância e caminhão parado mata enfermeira em MS
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos
+ VACINA
Ministério da Saúde encaminha 26.500 doses da Pfizer pediátrica para MS
CASA DA SAUDE
Casa da Saúde volta a atender a partir desta terça-feira
MUITA CHUVA
Chuva chega em Fátima do Sul com previsão de 160 mm até o final de Janeiro
Foto: Chico Ribeiro AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Reinaldo Azambuja amplia isenção de ICMS aos portadores de síndrome de Down
FRANGOS MORTOS PREJUÍZO
Falta de energia mata mais de 5 mil frangos por causa do calor em aviários no Barreirão
VICENTINA - VACINA EM CRIANÇAS
Benício manda recado importante para as crianças se vacinarem contra a Covid, Assista
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, Brasil registrou mais 135.080 casos e 296 mortes por covid-19
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Por causa da incredulidade