Menu
SADER_FULL
quinta, 18 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
MS EM DESTAQUE

MS é o 4º estado que mais gera emprego formal no Brasil em 2022, revela Caged

30 Jun 2022 - 07h38Por Portal do MS

Mato Grosso do Sul ocupa o 4º lugar da lista dos estados que mais geram empregos no Brasil em 2022, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). O último levantamento feito pelo Ministério do Trabalho, divulgado nesta semana, mostra que o Estado criou 25.794 vagas de empregos formais de janeiro a maio deste ano, saldo de 157.290 contratações e 131.496 demissões.

Em termos percentuais, a variação relativa sobre o estoque de empregos existentes em dezembro de 2021 foi de 4,59%, o quarto melhor desempenho do País, ficando atrás somente de Amapá (5,01%), Goiás (4,87%) e Mato Grosso (4,68%).

MS vem fechando o Caged no azul desde janeiro. No primeiro mês do ano foram 3.475 vagas criadas. Em fevereiro, 7.484. Março terminou com a geração de 5.553 empregos. Abril com 2.638 e maio com 6.644. Na análise mensal, em maio, Mato Grosso do Sul ficou em segundo lugar na geração de empregos no País, com variação relativa de 1,14%, atrás do Espírito Santo (1,52%) e na frente de Goiás (1,08%) e Mato Grosso (1,02%).

Para o governador Reinaldo Azambuja, os números revelam que a economia de Mato Grosso do Sul segue em alta depois de um período de retomada. "O Estado está equilibrado financeiramente, fazendo investimentos e pagando fornecedores e servidores em dia. Isso reflete na movimentação econômica e dá segurança aos empresários que atuam no Estado e geram oportunidades, empregos e desenvolvimento social", destacou.

O Estado segue captando novos investimentos privados que contribuem para o crescimento do emprego formal. De janeiro a maio deste ano, por exemplo, foram 3.837 empresas constituídas contra 1.890 empresas fechadas, segundo dados da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), resultado em um saldo positivo de 1.947 empresas criadas no período.

A política estadual de atração de novos investimentos aliada à segurança jurídica ofertada pelo Governo de Mato Grosso do Sul aos investidores também impulsiona a criação de novos postos de trabalho. Em 2021, por exemplo, começou a ser construída no Estado a mega fábrica de celulose da Suzano em Ribas do Rio Pardo, que deve empregar até 10 mil pessoas no pico da obra. E neste mês, outro grande investimento anunciado pela empresa chilena Arauco para o município Inocência movimentou o mercado, já que a nova indústria de produtos da madeira promete investir R$ 15 bilhões no Estado, criando 12 mil empregos diretos.

Bruno Chaves, Subcom
Foto: Chico Ribeiro (construção da fábrica de celulose da Suzano em Ribas do Rio Pardo)

Leia Também

CONCURSO OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso com salário de até R$ 3,8 mil está com inscrições abertas em prefeitura de MS, FAÇA AQUI
PISO SALARIAL
Novo piso salarial para a enfermagem estrangula hospitais
INVESTIMENTO DO GOVERNO MS
Obra na MS-010 avança e anima produtores rurais da comunidade de Furnas do Dionísio
FISCALIZAÇÃO NO ESTADO
AGEMS e ANTT discutem modelos de cooperação para ampliar fiscalização no Estado
100 ENERGIA
Sete bairros da Capital continuam com problemas de energia após tempestade
FÁTIMA DO SUL - MERCADO JULIFRAN
Confira as OFERTAS DA SEMANA do Mercado Julifran em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - JORGE MERCADO
Confira as OFERTAS TOP 10 desta quarta e quinta e concorra à prêmios no Jorge Mercado Atacarejo
TEMPORAL
Vendaval arranca árvores, danifica comércio e derruba portão de quartel em MS
INVESTIMENTO DO GOVERNO MS
Acesso ao isolado Porto Esperança avança: em implantação o trevo com a rodovia BR-262
FEIRA DO ARTESANATO
Divulgada a lista provisória dos selecionados para participação na Feira do Artesanato em Fortaleza