Menu
BANNER IMPRESSORAS
segunda, 8 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
CRIME PASSIONAL

Morre homem que atirou contra a própria cabeça após matar ex-esposa em MS

Edmilson, conhecido como "Aquidauana" ou "Xitu", fugiu após matar a mulher durante a madrugada

28 Jun 2022 - 09h21Por Campo Grande News

Cinco dias depois de ter atirado contra a própria cabeça, Edmilson Veríssimo dos Reis, de 33 anos, morreu na Santa Casa de Corumbá. No dia 22 de junho, ele matou a ex-esposa Grazielly Karine Soares Alves de Lima, de 28 anos, com seis facadas. A motivação seria ciúmes.

Edmilson, conhecido como "Aquidauana" ou "Xitu", fugiu após matar a mulher durante a madrugada. Já na tarde do mesmo dia, foi encontrado em uma casa na parte alta de Corumbá,  depois de atirar contra a própria cabeça. Ele foi socorrido e estava internado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo), onde morreu.

Conforme a direção do hospital em nota ao Diário Corumbaense, Edmilson "apresentava sinais iminentes de morte encefálica e permaneceu sem sedação, em coma, respirando com suporte de aparelho de ventilação mecânica e com necessidade de medicação para manter pressão arterial minimamente adequada".

Feminicídio - Grazielly foi torturada e assassinada a facadas na madrugada de quarta-feira (22), na residência onde morava, na Rua Edu Rocha, Bairro Popular Nova, em Corumbá. Momentos antes, teria jantado com o autor em um restaurante.

A Polícia Militar informou que foi acionada pelo amigo do casal, este que recebeu uma ligação de Edmilson, na qual ele dizia que tinha acabado com sua vida e havia matado a esposa. O amigo foi até a casa e encontrou muito sangue, então acionou o Corpo de Bombeiros.

A vítima foi encontrada sentada em um sofá, sem sinais vitais. Os cômodos, entre cozinha e sala, estavam bagunçados, com várias garrafas de cerveja quebradas. Perícia no corpo encontrou seis perfurações, causadas por faca, instrumento que não foi localizado na casa.

Edmilson tinha ficha criminal por violência doméstica, uma inclusive envolvendo Grazielly, em março de 2022, por lesão corporal qualificada. Na época, a mulher pediu medida protetiva, mas retirou dias depois. No boletim de ocorrência, consta que o casal brigava muito, pois Edmilson era ciumento e agressivo. Além disso, também tinha passagem por porte ilegal de arma e foi denunciado em 2016 por desacatar uma policial civil.

Investigação - Segundo a delegada da Mulher, Tatiana Zyngier e Silva, há indícios de que Edmilson tenha planejado o crime por ciúmes, após receber uma ligação afirmando que Grazielly estaria com outra pessoa. O casal estava em processo de reconciliação depois de três meses de término.

Leia Também

DESUMANIDADE
Polícia interdita casa de repouso por tortura e sequestro de idosos
DENUNCIADO POR VIZINHOS
Mãe e filho são executados e corpos escondidos dentro de sofá velho jogado em lote baldio
PLANTÃO FÁTIMA NEWS CASO DE POLÍCIA
Jovem é torturada com máquina de choque pelo namorado em MS
DUPLO HOMICIDIO
Casal de idosos é assassinado a facadas por usuário de drogas a quem dava abrigo em MS
PLANTÃO HOMICÍDIO
Jovem de 19 anos é assassinado com 05 tiros em bar de MS
DOENÇA DO SÉCULO
Mulher de 26 anos amarra fio e galho de árvore e comete suicídio em Caarapó
LADRÃO ATRAPALHADO
VÍDEO: Ladrão esquece mochila aberta e dinheiro roubado voa durante fuga em MS
INCÊNDIO EM RESIDÊNCIA
Idoso morre vítima de incêndio ocorrido na zona rural de Nova Andradina
ASSASSINATO
Campeão mundial de jiu-jitsu, Leandro Lo morre após levar tiro na cabeça
Carro ficou bastante danificado com o acidente   (Divulgação) Pelo menos três pessoas foram resgatadas em estado grave após um capotamento de um Toyota Corolla na madrugada deste sábado (6) no pontilhão da Avenida Salgado Filho, em Campo Grande. Uma dessa ACIDENTE
Corolla capota e passageira de 18 anos perde a visão em MS