Menu
SADER_FULL
terça, 2 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
INDIGENTE

Morador de rua morre na Santa Casa 4 meses depois de ser espancado

Antônio Alves dos Santos, de 57 anos, morreu na tarde desta quinta-feira (6) na Santa Casa de Campo Grande, onde estava internado há quatro meses depois de ser espancado.

7 Dez 2018 - 09h00Por Midiamax

Antônio Alves dos Santos, de 57 anos, morreu na tarde desta quinta-feira (6) na Santa Casa de Campo Grande, onde estava internado há quatro meses depois de ser espancado. Ele era morador de rua há mais de 10 anos e não há informações de como o crime aconteceu.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, há uma semana a filha da vítima foi informada pelo setor de assistência social do hospital que o pai estava na unidade com traumatismo craniano provocado pelo espancamento.

À polícia, a filha disse que o pai era alcoólatra e que não tinha informações sobre como quem ou o que teria motivado a agressão, apenas, que antes de ser encaminhado para a Santa Casa por causa da gravidade do estado de saúde, a vítima foi levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Leblon.

O caso foi registrado como morte a esclarecer na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro como morte a esclarecer e a polícia investiga.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INCIDENTE FATAL
Morre na Santa Casa criança que teve 90% do corpo queimado em incêndio
MEMORIAL
Os brasileiros que perderam a vida na Pandemia do Coronavírus
MS - 20 MORTES COVID-19
Secretaria de Estado de Saúde informa 20º óbito por coronavírus em Mato Grosso do Sul
FATALIDADE
Sindicato e alunos choram perda de diretora em Campo Grande: 'sigamos em oração'
19ª MORTE NO MS
Jovem de 27 anos morre por Covid-19 em Dourados
LUTO - CAARAPÓ
Sandra perde batalha contra câncer e causa comoção em Caarapó
LUTO - FATIMA DO SUL
Fátima do Sul da adeus ao “Alemão” ex funcionário da oficina do Bebeto
VITIMA DA COVID 19
'Mãe' de Jojo Todynho morre de Covid-19
LINHA DE FRENTE
Médico de Nova York que adiou aposentadoria para atuar em pandemia morre de Covid-19
VITIMA DA COVID 19
Edivaldo perdeu o filho de 26 anos: 'Falaram que em 15 dias ele já estaria recuperado'