Menu
BANNER IMPRESSORAS
quinta, 7 de julho de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
FEIRA DE CIÊNCIAS EM JATEI

Jateí vai fazer feira de ciências para produzir consciência e conhecimento

31 Mai 2022 - 13h50Por ELIAS FERREIRA / LUPA NEWS

A Prefeitura Municipal de Jateí, por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo (SEMMAT), realiza ações voltadas para a conscientização da população jateiense sobre os problemas ambientais. As ações são feitas por meio de campanhas, projetos e ações pontuais em datas comemorativas que, ao serem enfatizadas no calendário escolar e através de outros mecanismos de divulgação, possibilitam o engajamento e a mobilização da sociedade nas atividades propostas.

No período de 1 a 3 de junho o município realiza a sua Feira de Ciências, que tem como meta a disseminação do conhecimento para fomentar a consciência para a preservação do ambiente em que vivemos. a feira terá suas exposições no espaço do Projeto Conviver e a expectativa é de que ela receba um grande número de visitantes durante os três dias de sua realização.

As feiras de ciências destacam-se como importantes ferramentas de educação ambiental, já que apresentam caráter multidisciplinar e visam a integração da escola na comunidade e no incentivo à busca por novos conhecimentos. Além disso, elas permitem a exploração de aspectos mais abrangentes na formação dos estudantes, além de promover o estimulo à investigação e à solução de problemas, de maneira interdisciplinar e contextualizada, podendo proporcionar uma aprendizagem que vai além do círculo escolar.

Conforme o secretário, Alex Barbosa, a feira em Jateí marca a participação do município no Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado anualmente no dia 05 de junho. ” O evento é voltado para toda a população e desenvolvido juntamente com as escolas de ensino regular do município, as quais terão um espaço para apresentação de trabalhos elaborados por alunos e professores.

Pelo projeto, a feira de ciências de Jateí será realizada por meio da exposição de trabalhos, coleções e equipamentos utilizados em pesquisas científicas de universidades, exposição de maquetes e experimentos elaborados por alunos e jovens integrantes do projeto Jovem Protetor da Natureza, apresentação do teatro e de informações sobre o Projeto Papagaio verdadeiro, apresentação de informações sobre o Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema e doações de mudas de espécies arbóreas nativas produzidas no viveiro da prefeitura de Jateí.

Há também a previsão de exposição de animais taxidermizados da Polícia Militar Ambiental de Dourados.

De acordo com Alex, a feira tem o objetivo de promover uma aproximação e integração com instituições de ensino – incluindo a universidade – e com a sociedade em geral, já que as exposições são consideradas uma das formas mais eficientes de divulgação científica. “Elas também são instrumentos essenciais na formação dos jovens, pois é a oportunidade de transformar as teorias em prática”, observa o secretário.

Pensando no contexto local, o projeto da feira aponta também a necessidade de integrar e mobilizar a comunidade nas iniciativas de proteção e conservação ambiental, através da divulgação de informações sobre o Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, unidade de conservação localizada no município de Jateí, sobre o Projeto Papagaio-verdadeiro, voltado para o monitoramento de ninhos e para o combate ao tráfico de aves dessa espécie e sobre o viveiro de produção de mudas de espécies arbóreas da Prefeitura de Jateí, destinado à recuperação de áreas degradadas do município

Animais taxidermizados – A exposição de animais taxidermizados (foto), que é o nome técnico do empalhamento de animais, promete ser uma das atrações da feira. O empalhamento é o feito de montar ou reproduzir animais para exibição ou estudo. É a técnica de preservação da pele, planos e tamanho dos animais.

Esta exposição tem o foco de mostrar a diversidade de espécies da fauna local e sensibilizar as pessoas sobre os impactos da caça, dos atropelamentos e do desmatamento no desaparecimento das espécies apresentadas.

“É considerando estes aspectos que a feira de ciências, em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, será realizada, tendo como foco principal a valorização e o estímulo à educação científica nas escolas, haja vista seu potencial motivador do ensino e da prática científica no ambiente escolar, e de preparar os estudantes para uma prática reflexiva, para a construção do conhecimento científico e para a difusão da cultura científica”, destaca o secretário Alex Barbosa.

Leia Também

TRABALHO DIGITAL
A digitalização e sua integração com o desenvolvimento humano
FORMAÇÃO DE TREINADORES
Fundesporte oferece curso gratuito para formação de treinadores de luta olímpica
BIOPARQUE PANTANAL
Combate a queimadas será abordado com estudantes durante visitas ao Bioparque Pantanal
ESTUDANTE DESTAQUE
Estudante da EE Bom Jesus é destaque em concurso nacional de desenho
EVENTOS CIENTÍFICOS
Inscrições abertas para financiamento de Eventos Científicos no MS
BIBLIOTECAS PÚBLICAS
Lei prevê campanha para doação de livros e revistas a bibliotecas públicas de MS
PROGRAMA DE ESTÁGIO
Segunda turma de universitários do Programa de Estágio do Governo inicia atividades em julho
PERITOS POLICIA CIVIL
Novos peritos da Polícia Civil tomam posse nesta segunda-feira (4)
GUARANI E KAIOWÁ
Palestra e oficina interativa no MIS buscam discutir o saber-fazer Guarani e Kaiowá
CONCURSO PÚBLICO
Estado autoriza realização de novos concursos com mais de 900 vagas