Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 15 de agosto de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Homem é condenado a 63 anos de prisão por estupro de vulnerável contra sete crianças em Navirai

Os crimes foram relatados em 2020 e praticados em diferentes ocasiões do mesmo ano em Naviraí. As vítimas tinham de seis a 12 anos na época da ocorrência do crime, em 2020.

29 Out 2021 - 07h43Por Sul News

Um homem de 60 anos, foi condenado a pena de 63 anos, 3 meses e 8 dias de reclusão, em regime fechado e penalizado em R$50 mil, pela prática de crimes sexuais contra sete crianças, uma delas sua enteada de apenas seis anos de idade. Os crimes foram relatados em 2020 e praticados em diferentes ocasiões do mesmo ano em Naviraí. As vítimas tinham de seis a 12 anos na época da ocorrência do crime, em 2020. 

De acordo com os autos, o réu com as iniciais A.J.D. , aproveitar-se do fato de as vítimas serem amigas de sua enteada e convencia os genitores delas a permitirem que as meninas frequentassem ou passassem alguns dias na residência dele e de sua família. O réu então aproveitava do momento em que iria colocar as crianças para dormir e praticava os abusos.

Diante dos fatos, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul ofereceu a denúncia e pediu a condenação do réu pelos crimes de estupro de vulnerável, satisfação de lascívia mediante presença de criança ou adolescente, prática de ato libidinoso, entre outros crimes relacionados.

Durante a investigação, foram apreendidos um notebook, um HD externo, dois aparelhos celulares e DVDs. Foi realizada ainda perícia em aparelho celular, cujo laudo apontou que dentre as inúmeras pesquisas de páginas de conteúdo pornográfico, os títulos dos vídeos sugeriam preferências pelos termos “novinhas”, “ninfeta”, “menininha” e vídeos com temas de incesto.

Todas as vítimas foram ouvidas em escuta especializada e, apesar de os depoimentos serem colhidos de forma individualizada, os relatos foram os mesmo ao narrar que os abusos contra elas foram cometidos diversas vezes, alguns inclusive por várias semanas e meses.

Na decisão, além da pena fixada em regime inicial fechado, a Justiça condenou o réu ao pagamento de R$ 50 mil a título de reparação de danos morais, sendo o montante dividido entre as vítimas.

De acordo com o MPMS, há outro procedimento investigatório em curso, que apura delitos também de natureza sexual (fatos supostamente ocorridos em 2014) contra sua filha biológica.

Leia Também

INCENDIOS
Incêndios e estiagem colocam 14 cidades do MS em situação de emergência
TRAGÉDIA NA IGREJA
Incêndio em igreja deixa dezenas de mortos; 18 crianças estão entre as vítimas
ACIDENTE FATAL
Motociclista morre em hospital horas após sofrer acidente em cidade do MS
C3 a Captiva são dois dos lotes mais visitados do leilão da PRF. (Foto: Divulgação) LEILÃO ONLINE
Leilão da PRF tem SUV a R$ 13 mil e C3 com lance a partir de R$ 5,9 mil, veja como participar
Foto: Midiamax FAKE NEWS
Criminosos usam nome do Midiamax para ataque político e jornal anuncia R$ 5 mil em recompensa
Kemylli continua desaparecida em Campo Grande - Crédito: Reprodução/Redes Sociais DESAPARECEU EM MS
DESAPARECEU: Ainda sem notícias, mãe segue na busca por Kemylli após sumiço em MS
ACIDENTE FATAL
Motociclista de 27 anos bate na traseira de trator e morre em vicinal
TRAGEDIA NA RODOVIA
Sete pessoas morrem e três ficam feridas em acidente entre caminhão e van
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Onze pessoas morrem após atirador abrir fogo durante briga de família
TRAGÉDIA
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista