Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 27 de junho de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CRIME EM MS

Grávida morta com tiro na cabeça morreu ao tentar proteger um irmão em MS

24 Mai 2022 - 09h46Por DOURADOS NEWS

Familiares de Angel Luama Pinto de Oliveira, 28, morta na madrugada de segunda-feira, dia 23 de maio, na cidade de Caarapó, acreditam que ela tenha sido assassinada ao tentar proteger um irmão. A jovem foi atingida por um tiro na cabeça, foi socorrida, porém, morreu após dar entrada no hospital. 

A vítima estava grávida e o bebê também teve óbito registrado. 

“Foram para matar o irmão dela e ela entrou na frente para defende-lo. O tiro que era para ser para ele acertou a cabeça dela”, disse uma familiar em entrevista ao portal G1/MS

A Polícia Civil realiza buscas pela cidade na tentativa de localizar o autor do crime. O caso foi registrado como homicídio e segue sob investigação na Delegacia de Polícia da cidade.

Leia Também

FOTO: ELITON SANTOS / IMPACTO NEWS ACIDENTE FATAL
Acidente entre Deodápolis e Glória de Dourados tirou a vida de eletricista
PLANTÃO FÁTIMA NEWS CASO DE POLÍCIA
Idosa que visitava filho é flagrada com drogas em Penitenciária de MS
FOTO: FOLHA MS ACIDENTE FATAL
Pai e filha morreram em acidente entre carro e caminhão na BR-262 em MS
Jovem está desaparecida desde quinta-feira (23). (Foto: Redes sociais/Divulgação) DESAPARECEU
Família procura adolescente de 17 anos que desapareceu há 2 dias em MS
PLANTÃO CASO DE POLÍCIA
Em 'surto de raiva', rapaz ameaça matar irmã e mãe e acaba preso em flagrante em MS
Fotos: Sidnei Bronka / Ligado na Notícia DOURADOS - ACIDENTE FATAL
Motociclista morre após bater em rotatória e poste em Dourados
FOTO: POLÍCIA CIVIL CASO DE POLÍCIA
Pai acusado de estuprar a própria filha é preso quando saía de casa em MS
TRAFICO DE DROGAS
Rapaz tenta atirar contra policiais e morre em campo de futebol de cidade do MS
ASSALTANTE PERIGOSO
Assaltante que aterrorizava cidade atira contra policiais e acaba morto no MS
INVESTIMENTO EM SEGURANÇA
Aeronave do DOF que irá incrementar segurança na fronteira já está no Estado