Menu
SADER_FULL
segunda, 4 de julho de 2022
SADER_FULL
Busca
TURISMO EM BONITO

"Estamos nos reerguendo": guia turístico de Bonito relata recomeço durante a pandemia

Por pouco mais de três meses, de março a julho, Bonito não recebeu nenhum visitante, segundo o Observatório de Turismo e Eventos da cidade (OTEB).

20 Out 2021 - 07h54Por Portal do MS

De uma semana para a outra a cidade fechou. Bonito, um dos destinos de ecoturismo mais premiados do Brasil, suspendeu todas as atividades turísticas por causa da pandemia em 18 de março de 2020, quatro dias depois da confirmação do primeiro caso de Covid-19 em Mato Grosso do Sul.

Por pouco mais de três meses, de março a julho, Bonito não recebeu nenhum visitante, segundo o Observatório de Turismo e Eventos da cidade (OTEB).

“Quando ninguém podia sair e a cidade não tinha nenhum passeio aberto, aproveitei pra fazer manutenção em casa. Eu tinha uma certa reserva quando fechou o turismo, por sorte, porque uns meses antes eu tinha vendido um veículo. Essa reserva, que era para fazer um investimento, acabei usando para me manter durante o fechamento”, conta Marcos Violante, de 51 anos, que trabalha como biólogo e guia turístico.

Mas muitos colegas de Marcos não tiveram a mesma sorte que ele. "A maioria não estava com nenhuma reserva e o momento mais crítico foi de duas a três semanas após o fechamento total, onde muitos guias ficaram sem nenhum dinheiro".

Com as dificuldades batendo na porta, a própria comunidade resolveu agir. Almoços beneficentes foram organizados e vaquinhas arrecadaram dinheiro para os trabalhadores do turismo. "Para auxiliar pessoas que estavam com bastante necessidade", diz.

Bonito voltou a receber turistas após meses de fechamento. Tudo organizado com protocolos de segurança que chagaram a render para a cidade o selo "Safe Travel", concedido neste ano pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, sigla em inglês).

A retomada gradativa da movimentação turística devolveu renda aos operadores do turismo. E o anúncio do auxílio estadual "Incentiva+MS Turismo", de R$ 6 mil em seis parcelas para pessoas físicas e jurídicas, animou o setor. "Foi uma reação de alegria de todo mundo porque é uma quantia considerável esse valor de mil reais por mês. Não foi uma quantia irrisória. Foi uma quantia considerável que realmente ajuda, dá para pagar água, luz, telefone, às vezes até aluguel", explica Marcos.

Na primeira etapa do auxílio estadual, 612 auxílios foram aprovados pela Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur). Na segunda, que está em andamento, 171 candidatos enviaram suas inscrições à Fundação, que tem até dia 29 de outubro para analisar a documentação.

"Para você pagar todas as contas e se alimentar sem ter renda nenhuma foi bem complicada (a pandemia), uma verdadeira prova de resistência. Essa ajuda do governo hoje está vindo para a gente se reerguer", completa Marcos, que é um dos beneficiários do "Incentiva+MS Turismo".

Para ele, a normalidade ainda não voltou, mas a esperança é que 2022 seja o ano da virada, ainda mais pelo avanço da vacinação no Brasil e no mundo. "Trabalho muito com turismo de estrangeiros, afetou fortemente e não retomou ainda. Fiz poucos trabalhos este ano. Estou contando que volte em 2022", acredita.

Bruno Chaves, Subcom
Foto destaque Visit Bonito: passeio no Barra do Sucuri

Leia Também

BIOPARQUE PANTANAL
Em dois meses, 27 países fincaram suas bandeiras no Bioparque Pantanal
INTELIGÊNCIA TURÍSTICA
Big Data: Fundtur MS e Sistema Comércio criam plataforma de inteligência turística
Joilson Francelino, Seinfra AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo do Estado assina contrato para espaço múltiplo uso no Parque dos Poderes; veja como vai fica
PREDADOR IMPLACÁVEL
Pantanal: Tucano vai beber água em rio e acaba sendo devorado por jacaré
MELHOR ATENDIMENTO
AGEMS faz parceria com agência nacional para expandir fiscalização e melhorar atendimento
(Foto: Divulgação/Governo de MS) ESTRELA DO AQUÁRIO DO PANTANAL
Estrela do Aquário do Pantanal, Sucuri Gaby ganha 'dia de folga' e toma sol no Parque das Nações
Foto: Bruno Rezende AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Cadastro para grupo família e individual para visitar Bioparque esgota em menos de 12 horas
FOTO: OSULMATOGROSSENSE NO MS É ASSIM
VÍDEO: Pescador registra sucuri passando por debaixo do seu caiaque em MS
Foto: Edemir Rodrigues VANDALÍSMO
Revitalização do Parque dos Poderes é alvo de pichação em Campo Grande
RESTAURAÇÃO PATRIMÔNIO CULTURAL
MS investe R$ 5,8 milhões em obras de restauração do patrimônio cultural