Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 27 de maio de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
VITIMA DA COVID 19

Edivaldo perdeu o filho de 26 anos: 'Falaram que em 15 dias ele já estaria recuperado'

'Pulmão ficou comprometido', diz pai de cabeleireiro de 26 anos morto por Covid-19 no interior de SP

21 Mai 2020 - 14h36Por G1

Em menos de 10 segundos de conversa, a entrevista com o idoso e taxista Edivaldo Baldinelli foi interrompida e retomada depois de uma pausa emocionada. Ele é pai do cabeleireiro Ruan Baldinelli, de 26 anos, o morador mais novo que morreu com Covid-19 em Jundiaí (SP).

O paciente foi internado no Hospital São Vicente de Paulo no dia 8 de maio e teve a morte registrada no domingo (17). O rapaz foi a 30ª morte na cidade.

O taxista com 29 anos atrás do volante e inúmeras histórias contadas a passageiros, não conteve o choro ao falar sobre o filho ao G1. Empreendedor, o rapaz trabalhava em um salão na Vila Rami e, assim como o pai, se tornou conhecido do público jundiaiense.

“Pense em uma pessoa exemplar e fantástica. Nosso telefone ainda recebe mensagens de pessoas solidárias nos mandando palavras de conforto. Nem eu sabia que ele era tão querido”, conta.

Segundo o pai, Ruan redobrou as medidas de segurança assim que tomou conhecimento sobre a circulação do vírus. Ele colocou panos com produtos na estrada do estabelecimento, permitia apenas clientes com máscaras e que passassem álcool em gel nas mãos.

“Acho que não foi infectado no salão, porque as pessoas que trabalhavam com ele ninguém testou positivo.”

Ruan morreu por coronavírus em Jundiaí  Foto: Arquivo pessoalOs primeiros sintomas surgiram com uma tosse seca, sem levantar suspeitas. Em poucos dias, o jovem procurou atendimento em Jundiaí e logo foi entubado. Não havia doença pré-existente registrada.

“Algumas pessoas falaram que em 15 dias já estava recuperado, porque era jovem, mesmo que era um pouquinho obeso. Foi ficando pior e não teve chance, o pulmão ficou comprometido. Destruiu a nossa família. Ele morava sozinho, tinha a vida dele, com sucesso e alegre. Onde chegava dava risada”, lembra.

A família passou por exames, mas não foi detectada a presença do vírus. A única pessoa que precisou ser internada em Araras, no interior de São Paulo, foi o namorado dele. Edivaldo foi informado que o rapaz permanece internado, apresentou melhora e não corre risco.

“As pessoas devem se cuidar, usar máscara e não ficar de bobeira. Meu filho era saudável. A gente amava ele.”

A região de Jundiaí contabilizava, até a manhã desta quinta-feira (21), mais de 800 casos de Covid-19 e as mortes passavam de 60 (veja no vídeo abaixo).

Casos suspeitos e confirmados de coronavírus na região de Jundiaí
 
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DA COVID 19
'Mãe' de Jojo Todynho morre de Covid-19
LINHA DE FRENTE
Médico de Nova York que adiou aposentadoria para atuar em pandemia morre de Covid-19
TRISTEZA NA FAMILIA
Identificada professora e filhos que morreram em colisão frontal entre carro e caminhão em MS
VITIMA DA COVID 19
Vítima de coronavírus, idosa de 83 anos era avó de cantor de MS
17 MORTES NO MS
Idosa de 83 anos internada em Campo Grande é a 17ª vítima do coronavírus em MS
16ª VITIMA NO MS
Mais uma vítima de almoço de família, idosa morre de covid-19 em MS
MS - 14 MORTES
Secretaria de Saúde informa 14º óbito por coronavírus em Mato Grosso do Sul
VITIMAS DA COVID 19
Com família infectada, neta fala sobre avó morta por Covid-19: 'Arrancava sorrisos'
MS - 13 MORTES
Marceneiro de Brasilândia é a 13ª vítima fatal do coronavírus em MS
SONHO DESFEITO
Diogo estava com o casamento marcado para o final do ano