Menu
SADER_FULL
terça, 30 de novembro de 2021
Busca
CRIME MACABRO

CRIME MACABRO: Menina de 11 anos foi estuprada pelo tio e mais 04 antes de morrer em MS

10 Ago 2021 - 16h33Por MÍDIA MAX

O quinto envolvido no assassinato da menina Raíssa da Silva Cabreira, de 11 anos, que foi jogada de uma pedreira na cidade de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, foi preso nesta terça-feira (10) pela polícia, o homem, de 34 anos, Elinho Areválo, é tio da criança. Um rapaz de 20 anos também foi preso, Leandro Pinosa, além de três adolescentes apreendidos.

Segundo o delegado Erasmo Cubas, o tio que já abusava da menina desde os 5 anos dela, flagrou o momento em que os quatro acusados do crime estupravam a menina. Ele acabou participando da sessão de estupro contra a sobrinha que havia sido arrastada para o local pelos autores, que planejaram o crime de estupro.

Ainda de acordo com o delegado, os acusados embebedaram a criança para continuar a cometer os abusos. Quando ela recobrou a consciência e tentou se desvencilhar dos autores, foi arrastada para a beirada da pedreira, quebrando os braços em uma tentativa de se defender, mas acabou jogada viva de uma altura de 20 metros.

Três adolescentes, um jovem e o tio da criança foram detidos e levados para a delegacia. Quando o tio foi questionado sobre os motivos que o levaram a cometer o crime, ele disse que estava bêbado. O laudo do exame feito na vítima constatou o estupro. Ela tinha lacerações nos órgãos genitais. Ao todo, sete pessoas foram levadas para a delegacia para serem ouvidas, nesta segunda (9). 

O corpo de Raíssa, indígena da etnia Kaiowá, foi encontrado dilacerado com a queda de um paredão entre as aldeias Bororó e Jaguapiru. Devido aos múltiplos ferimentos, apenas o laudo pericial irá confirmar se ela foi estuprada, uma vez que ela estava com as roupas abaixadas, após sofrer uma queda de cerca de 20 metros. A perícia inicial no corpo apontou uma lesão grave no quadril.

Informações são de que a menina teria passado a tarde com familiares na pedreira. O local é costumeiramente utilizado pelos indígenas de duas aldeias para consumo de bebidas alcoólicas e até uso de drogas, uma vez que fica entre as aldeias Bororó e Jaguapiru. 

Leia Também

GLÓRIA DE DOURADOS - POLÍCIA
DOF apreende 02 veículos com rádios de comunicação e placa adulterada em Glória de Dourados
Colisão entre Deodápolis e Ipezal - Foto: Divulgação ACIDENTE FATAL
Motorista invade pista contrária, bate contra ônibus e morre entre Ipezal e Deodápolis
PROCON ALERTA DO PROCON
Procon/MS alerta população para golpe do "falso processo"
PLANTÃO CRIME
Adolescente tem cabeça dilacerada com tiros de fuzil em MS
ACIDENTE FATAL
Trágico Acidente mata ciclista na tarde desta segunda feira, 29, em Itaporã
AÇÃO DA PMA
VÍDEO: Anta com mais de 200 Kg é regatada após ficar atolada à margem do rio da Prata em MS
FOTO: REPRODUÇÃO CASO DE POLÍCIA
Pai flagra 'amigo' estuprando filha de 13 anos e vizinhança dá surra no suspeito em MS
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
FRONTEIRA EM CHAMAS
Presidiários brigam, colocam fogo em cela e uma pessoa morre na Fronteira
PLANTÃO CASO DE POLÍCIA
Homem é morto com golpes de capacete após atropelar criança