Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 20 de maio de 2022
SADER_FULL
Busca
VISITAS SUSPENSAS

Covid-19: visitas em presídios de MS permanecem suspensas por mais 15 dias

A prorrogação é uma forma de garantir maior proteção não só aos internos e servidores, como também aos familiares dos detentos e à sociedade como um todo.

30 Mai 2021 - 09h05Por Portal do MS

A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) prorrogou até o dia 10 de junho de 2021 a suspensão de atividades e visitas presenciais nas unidades penais de Regime Fechado de Mato Grosso do Sul. O novo prazo foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 27 de maio.

A prorrogação é uma forma de garantir maior proteção não só aos internos e servidores, como também aos familiares dos detentos e à sociedade como um todo. A medida visa evitar a entrada de grande volume de pessoas nos estabelecimentos prisionais, o que provocaria uma maior disseminação da Covid-19 no ambiente carcerário e fora dele.

Para se ter uma ideia, somente o Complexo Penitenciário de Campo Grande, localizado no Jardim Noroeste, recebia, em média, mais de 1,7 mil visitantes por final de semana.

Além disso, considera o expressivo aumento do número de pessoas infectadas pelo coronavírus em todos os municípios do estado, e o alto índice de ocupação dos leitos especializados neste tratamento.

Importante destacar que, dentre os casos confirmados dentro das unidades penais, mais de 99% já se encontram recuperados, demonstrando a atenção imediata e integral que é fornecida pela equipe da Agepen aos apenados. Atualmente, apenas 35 internos estão em tratamento, conforme consta no Boletim Coronavírus divulgado diariamente no site institucional.

A operacionalização das visitas sociais virtuais continuará sendo uma alternativa para priorizar o contato familiar durante o cumprimento de pena de homens e mulheres em situação de prisão.

Também estão interrompidas as atividades de assistência religiosa e ações das instituições cadastradas nesta autarquia.

A suspensão atende diretrizes do Ministério da Saúde, do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e a recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), tendo em vista a vulnerabilidade da população em situação de encarceramento.

A Agepen mantém os cuidados preventivos nos casos de entrada de novos custodiados, que passam por triagem preliminar. Em casos de suspeita, o interno recebe atendimento médico e é isolado da massa, se necessário. Testagens em massa também vêm sendo realizadas, quando necessário, bem como o isolamento e acompanhamento sistemático do quadro de saúde dos casos positivados.

O novo documento com prorrogação do prazo foi encaminhado aos presídios e unidades assistenciais da Agepen, além de órgãos públicos ligados à saúde, justiça, execução penal e afins para conhecimento.

Confira a publicação na íntegra, na página 137 (clique aqui).

Tatyane Santinoni, Agepen

Foto: Saul Schramm

Leia Também

COMBATE A EXPLORAÇÃO SEXUAL
Operação prende 120 por exploração sexual e resgata garotas
VINGANÇA
Homem é morto à facadas e família vinga de suspeito com arma de fogo em cidade do MS
FRONTEIRA DA MORTE
Prefeito sofre atentado e está entre a vida e a morte na fronteira
COMBATE AO ABUSO SEXUAL
Seminário no "Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual" busca reflexões sobre o tema
Acidente grave entre ônibus e carreta deixa 11 mortos na BR-163 em MT  Foto: PRF ACIDENTE FATAL
Acidente grave entre ônibus e carreta deixa 11 mortos na BR-163 em MT
PÂNICO NO ÔNIBUS
Ônibus de viagem com 27 passageiros é destruído pelo fogo
ESCRAVIDÃO EM MS
Casal que dormiu um mês em chiqueiro é resgatado em situação análoga à escravidão em MS
Foto: Marcos Santos/Agência Brasil AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governador sanciona lei que prevê divulgação do Ligue 180 em faturas de serviços essenciais
CHACINAS
Força-tarefa é criada em cidade após 12 mortes em menos de duas semanas
ACIDENTE FATAL
Homem morre ao cair em poço em cidade do MS