Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 29 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
AÇÕES DO GOVERNO DE MS

Com investimentos e oferta em tempo integral, educação escolar indígena de MS é destaque

19 Abr 2024 - 07h10Por Jackeline Oliveira, Comunicação SED

A REE/MS (Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul) vem avançando cada vez mais na oferta da Educação Escolar Indígena, observando algumas premissas, tais como, educação comunitária, respeito às legislações vigentes nacionais e estaduais, e também a manutenção da língua materna, vinculada a língua falada na comunidade na qual a escola está inserida, respeitando as especificidades linguísticas locais.

De acordo com Tânia Nugoli, gestora da Coordenadoria de Modalidades Específicas para a Educação, existem componentes específicos para os estudantes indígenas.

"A Educação Escolar Indígena, além da língua materna, tem componentes curriculares específicos que perpassam a realidade local, cada escola tem sua matriz curricular que se adequa às suas realidades locais, somando com a Formação Geral Básica. Essas disciplinas são de: Questões Indígenas Brasileiras, Sistema de Produção, Etnomatemática, Ciências Humanas, Língua e História Indígena", afirma Tânia.

Avanços

Em números podemos ver que a oferta da Educação Escolar Indígena evoluiu significativamente desde 2015, como demonstrado nos gráficos abaixo:

Em 2024, a rede estadual está com 18 escolas indígenas, um centro de formação e 15 extensões, totalizando 34 unidades escolares, sendo sete unidades integrais e 26 unidades parciais. Já o centro trabalha com o regime de alternância.

Ao todo a rede possui 3.245 estudantes na educação escolar indígena parcial, 624 estudantes na educação escolar indígena integral e 225 estudantes na educação escolar indígena Formação Inicial - Curso Normal Médio.

Novos desafios

A SED (Secretaria de Estado de Educação) pretende melhorar ainda mais o atendimento da Educação Escolar Indígena, com a criação da categoria de professores indígenas, com o Alfabetiza MS Indígena (Produção de material próprio para alfabetização em língua materna-2024, implantação em 2024); implementando a Língua Indígena de Sinais (LIS) e também com a criação de novas escolas indígenas no Conesul do Estado.

Investimentos

Ao todo, o Governo do Estado por intermédio da SED já investiu entre 2023 e 2024, mais de R$ 5.6 milhões escolas indígenas da rede estadual. "Com esses investimentos aumentamos a oferta da educação em tempo integral, com a entrega de kit escolares, novos uniformes, repasse financeiro, direto para escola, para aquisição da merenda escolar com cardápio diferenciado e transporte escolar para os alunos indígenas", finaliza Hélio Daher, secretário de Educação.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - MERCADO JULIFRAN
Confira as OFERTAS da SEMANA que vão até sábado no Mercado Julifran em Fátima do Sul
ANGÉLICA DE LUTO
Angélica se despede de Elza Gomes, Pax Oliveira informa sobre velório e sepultamento
Comunicação Sanesul TODOS PELO RIO GRANDE DO SUL
Sanesul envia nova remessa de copos de água a vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul
Foto: Divulgação Agepen AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Na Penitenciária da Gameleira I, saúde mental é trabalhada com internos em projeto contínuo
FUNTRAB - Foto: Bruno Rezende FERIADÃO CHEGANDO
Corpus Christi: confira o 'abre e fecha' dos órgãos públicos do Estado nesta semana

Mais Lidas

FÁTIMA DO SUL EM DESTAQUE
Conhecendo Fátima do Sul com Leandro Santos: Uma viagem cultural pelo Favo de Mel do MS
Fotos: Washington Lima / Fátima Em DiaFÁTIMA DO SUL - REFORMA ILHA DO SOL
Prefeita Ilda Salgado Machado inicia reforma transformadora da Ilha do Sol em Fátima do Sul, ASSISTA
FATIMASSULENSE EM DESTAQUE
Fatimassulense é pódio em mais um rodeio em touros, agora na Expotac 2024
Sósia
Professora acusada de se relacionar com ex-aluno adolescente desabafa
Estátua que seria homenagem para João Carreiro desagradou família / Redes Sociais/Repórter TopFAMÍLIA SE REVOLTA
Família se revolta com homenagem a João Carreiro: 'músicas sem autorização e estátua nada parecida'