Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de outubro de 2021
Busca
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS

Com a política de incentivos fiscais, MS já recebeu R$ 33 bilhões nos últimos seis anos

Esta ação ainda promoveu o desenvolvimento industrial e diversificou a economia do Estado.

13 Out 2021 - 08h26Por Portal do MS

Com a política de incentivos fiscais do governo do Estado, Mato Grosso do Sul já recebeu investimentos privados que ultrapassam a R$ 33 bilhões nos últimos seis anos, que possibilitou a geração de mais de 23 mil empregos diretos. Esta ação ainda promoveu o desenvolvimento industrial e diversificou a economia do Estado.

O governador Reinaldo Azambuja destaca que a política tem como foco “trocar incentivos por empregos” e assim melhorar a economia local, dando mais renda e uma vida de mais qualidade para população. Para se chegar a este cenário, a atual gestão estadual também fez uma série de investimentos em infraestrutura e logística, que ultrapassaram R$ 4,6 bilhões desde 2015, para criar o ambiente propício.

Obras da Inpasa em Dourados

Este cenário reflete no crescimento do PIB Industrial de MS, que teve crescimento de 13,2% entre 2009 e 2018 sendo, por exemplo, o maior exportador de carne de peixe do País, o 6° maior parque industrial de processamento de soja, o 2° no abate bovino, o 5° maior exportador de carne bovina e 5° maior exportador de carne de aves.

Considerado o 6° Estado mais competitivo do Brasil, outra preocupação é que as cidades que recebem estes investimentos privados possam qualificar a mão de obra local e ter as condições para atender a demanda e assim evoluir sua economia.

“Nossa política de trocar impostos por empregos tem mostrado resultados. Assim mantemos o ritmo de crescimento em todo o Estado e ainda contribuímos para diversificar a economia do Estado, para melhorar a renda do cidadão sul-mato-grossense”, descreveu o governador Reinaldo Azambuja.

Novos investimentos

Um dos grandes investimentos privados anunciado neste ano foi a nova fábrica de celulose da Suzano, em Ribas do Rio Pardo, que vai gerar mais de 10 mil empregos e já está na fase de construção. O empreendimento vai contar uma parte de mão de obra local e o governo do Estado fará sua parte investindo na infraestrutura do município.

A nova fábrica terá um investimento de R$ 14,7 bilhões, sendo o maior investimento privado do Brasil no ano de 2021. A cidade se prepara para atender a demanda e já tem crescimento nas vendas do comércio e no setor imobiliário. O governo inclusive já instalou uma unidade do Corpo de Bombeiros para atender Ribas do Rio Pardo e Água Clara.

 “A nova fábrica demonstra que estamos no caminho certo, transformando Mato Grosso do Sul em um Estado de oportunidades para todos, com sustentabilidade e qualidade de vida da população. Assim mantemos o ritmo de crescimento em todo o Estado”, afirmou o governador.

Obra da Inpasa em Dourados

Já em Dourados o governador lançou, em agosto, a segunda fase de obras da Inpasa Agroindustrial. Com investimento privado de R$ 2 bilhões, o complexo industrial possui 200 mil m² de área construída para fabricação de etanol, DDGS (farelo de milho), óleo de milho em bruto e geração de energia elétrica, a partir do grão de milho.

A nova unidade começou a ser construída em abril deste ano e deve começar a operar já em 2022. A expectativa é gerar 1500 empregos diretos e mais de 3 mil indiretos. Quando estiver em operação, a indústria deve criar 250 empregos diretos e 2 mil indiretos.

“Na Semagro, temos adotado uma série de mecanismos, como a melhoria do ambiente de negócios, desburocratização e uma política de incentivos fiscais agressiva e muito segura para atrair investimentos”, afirmou o titular da Semagro, Jaime Verruck.

Incentivo à piscicultura e turismo

Maior exportador de tilápia do Brasil, no começo do ano o governador anunciou a vinda da primeira indústria frigorífica de pescados para tilápia enlatada no Brasil, que será implantada em 2022 na cidade de Itaporã, pela empresa da Frescomares.

A expectativa é a construção da unidade em uma área de 73 hectares, com investimento de R$ 20 milhões. A previsão é de gerar 120 empregos por turno, sendo que, no auge da produção, a indústria deverá funcionar em 3 turnos. A vinda da empresa consolida a expansão da piscicultura no Estado.

Seguindo a retomada do crescimento, o setor de turismo também foi beneficiado pela política de incentivos, com a abertura de uma linha aérea a abertura de uma linha aérea direta de Bonito a São Paulo, por meio da companhia Gol Linhas Aéreas, que vai começar a funcionar a partir de 2 de dezembro. Ela vai seguir direto da cidade para o Aeroporto de Congonhas.

Esta linha direta foi concretizada em função do programa “Decola MS”, que reduz a cobrança de impostos sobre o combustível da aviação, para facilitar a abertura de novos voos comerciais ao Mato Grosso do Sul.

Economia local

Durante estes seis anos de ampliação dos investimentos privados, algumas cidades foram contempladas com novas fábricas e industrias que fortalecem a geração de empregos e a economia local.

Em Água Clara foi implantada em 2018 a fábrica de MDF, GreenPlac, do grupo Asperbras, que contou com incentivos estaduais. Já em Rio Brilhante, em 2019, foi inaugurada a primeira fábrica de fertilizantes líquidos de Mato Grosso do Sul, que dispôs de R$ 25 milhões em investimentos para produzir 800 mil toneladas de fertilizantes para atender a todas as culturas, principalmente cana de açúcar e milho.

Já dispondo de um complexo industrial de destaque, Três Lagoas ainda teve a expectativa de mais de 700 novos empregos a serem gerados com a ampliação de produção da fábrica da Amcor, que é uma empresa líder do desenvolvimento e produção de embalagens para alimentos, bebidas, produtos farmacêuticos, médicos e outros produtos. O investimento na ampliação conta com mais de R$ 115 milhões.

“Além dos incentivos fiscais, conversamos com os setores mais afetados pela pandemia e criamos um pacote de cerca de R$ 800 milhões em auxílios, isenções, projetos de estímulo e microcrédito para o turismo, a cultura, o pequeno empreendedor, bares, restaurantes e famílias carentes”, ponderou o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel.

Leonardo Rocha, Subcom (Com informações da Semagro)

Fotos: Chico Ribeiro

Leia Também

ALERTA DE TEMPESTADE
Ao vivo: Corpo de Bombeiros fala sobre plano de prevenção para tempestade prevista no fim de semana
AUXÍLIO CAMINHONEIROS AUXÍLIO AOS CAMINHONEIROS
Bolsonaro anuncia novo Auxílio de R$ 400 para caminhoneiros, veja como será
Cardápio Casa dos assados (5) 1   Cópia CASA DOS ASSADOS
Neste domingo saboreie as delicias da Casa dos Assados em Fátima do Sul
LEILÃO
Oferta de lances para leilão de maquinários da SAD já está disponível
ALERTA TEMPORAIS
Cuidado: nova tempestade de areia pode chegar no domingo a MS
AUXÍLIO BRASIL
Auxílio Brasil tem valor de R$ 400 confirmado; veja quem vai receber
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
De mecânico a salgadeiro, Funtrab oferece 889 vagas de emprego nesta quinta
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com apoio do Governo, setor de bares e restaurantes aumentam as contratações e retomam movimento
MATO GROSSO DO SUL
Mato Grosso do Sul se mantém líder na exportação de tilápia no terceiro trimestre de 2021
Fotos: Cyro Clemente/Alems e Edemir Rodrigues/Subcom CNH SOCIAL EM MS
CNH Social vai beneficiar 5 mil pessoas por ano em Mato Grosso do Sul, entenda