Menu
SADER_FULL
segunda, 6 de dezembro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AUXÍLIO AOS CAMINHONEIROS

Bolsonaro anuncia novo Auxílio de R$ 400 para caminhoneiros, veja como será

22 Out 2021 - 09h33Por Aécio de Paula / Notícias e Concursos

Caminhoneiros do Brasil irão ganhar um novo Auxílio Emergencial. Quem disse isso foi o próprio Presidente Jair Bolsonaro durante um evento no estado de Pernambuco nesta quinta-feira (21). De acordo com o Presidente, o benefício em questão vai servir para ajudar esses profissionais a pagarem o diesel.

Mais tarde, horas depois desse anúncio, Bolsonaro confirmou ainda em sua tradicional live de quinta-feira que o valor mensal desse Auxílio vai ser de R$ 400. Ele não explicou, no entanto, como vai ser a execução desse projeto e também não disse se já existe uma data para o início dos pagamentos do programa. Também não se sabe ainda como vai ser a seleção desses caminhoneiros.

No entanto, o Presidente disse que essa ajuda vai acabar chegando no bolso de algo em torno de 750 mil trabalhadores desta área. Ele adiantou ainda que esses pagamentos irão gerar uma despesa anual de pouco mais de R$ 3 bilhões aos cofres públicos. O Presidente ainda não explicou como vai conseguir essa quantia neste momento.

“Deve ter outro aumento de combustível? Deve ter outro aumento de combustível. Não precisa ser mágico para descobrir isso aí. É só ver o preço do petróleo lá fora quanto tá o dólar aqui dentro. Então, começa a aumentar”, disse o Presidente. Ele acredita que esse novo Auxílio pode ajudar neste momento.

“O que está decidido até o momento? R$ 400. R$ 400 para 750 mil caminhoneiros autônomos. Isso é muito, isso é pouco? É o possível no momento. Isso dá um pouco mais de R$ 3 bilhões ao longo de um ano, um pouco mais de R$ 3 bilhões ao longo de um ano. Dentro do orçamento”, completou ele.

Reação

Não dá para saber, no entanto, como todos os caminhoneiros reagiram ao projeto de Bolsonaro. Isso porque se sabe que nós estamos falando de uma classe trabalhista com diferentes anseios políticos e sociais neste momento.

De qualquer forma, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL) decidiu se pronunciar. De acordo com a organização, o Presidente não estaria conseguindo resolver o problema com esse Auxílio.

“Ao invés de tratar a causa, quer tratar o efeito colateral dela. É preciso extirpar o mal dessa política errada da Petrobrás que começou no governo Temer e segue no governo Bolsonaro”, diz a nota da CNTTL.

Auxílio Emergencial

Bolsonaro, aliás, vai criar esse novo benefício para os caminhoneiros no exato momento em que decide acabar com o Auxílio Emergencial. O próprio Ministro da Cidadania, João Roma, anunciou que o programa vai deixar de existir.

Segundo informações oficiais, o Auxílio Emergencial está fazendo o seu último pagamento agora em outubro. Estima-se, portanto, que algo em torno de 25 milhões de famílias deixarão de receber o benefício em questão já a partir do próximo mês de novembro.

Ainda nesta semana, o Presidente Jair Bolsonaro anunciou durante pronunciamento no Ceará que vai aumentar o Bolsa Família para casa dos R$ 400. Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, o projeto paga uma média de R$ 189. É, portanto, um aumento acima da inflação.

Leia Também

ECONOMIA
Pagamento do 13º salário em dobro liberado; veja como receber
pis pasep PIS-PASEP
Abono salarial com valor de R$ 1.200 em fevereiro aos trabalhadores via PIS/PASEP
EMPREGOS
MS acumula 37,2 mil empregos criados com carteira assinada em 2021
INVESTIMENTO DO GOVERNO MS
Sonho de muitas gerações, asfalto no acesso ao distrito de Taunay em Aquidauana é realidade
FCO AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Mais de R$ 200 milhões do FCO serão empregados em 18 municípios sul-mato-grossenses
13º SALÁRIO
13° salário: Servidores públicos recebem 2ª parcela em 10 de dezembro
Pagamento do PIS-PASEP em 2022 deve contemplar dois anos-base - Reprodução PIS-PASEP
PIS-PASEP: abono em dobro de até R$ 2,4 mil tem novas datas de pagamento em 2022; confira
Ilustrativa/Pixabay OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Seleção com salários de até R$ 6 mil fecha inscrições nesta sexta-feira em MS
EMISSÃO DE DOCUMENTOS
MS adere à ação nacional de identificação civil e emissão de documentos de privados de liberdade
MORADIA
Campanha de regularização da Agehab atinge mais de 8,5 mil sul-mato-grossenses