Menu
SADER_FULL
segunda, 15 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Avô é flagrado estuprando neto de 6 anos durante visita à casa da família em Ponta Porã

A mãe da criança estranhou a demora do filho e, ao procurá-lo flagrou o avô cometendo o crime

31 Out 2021 - 08h12Por Topmidia news

Um idoso de 74 anos foi flagrado pela nora estuprando o neto durante uma visita da família, em Ponta Porã. A mãe e avó da criança estavam na frente de casa tomando tereré, quando estranharam a demora do garoto com o avô dentro de casa.

Conforme o boletim de ocorrência, o caso ocorreu no dia 31 de dezembro de 2011. Mãe e filho moradores de Dourados estavam em Ponta Porã para passar as festas de fim de ano na companhia dos parentes. 

Mãe, filho e avó estavam sentados em frente a residência tomando tereré e o denunciado, estava no interior da residência, sentado no sofá. A avó do menino o orientou que ele fosse até o quarto buscar brinquedos e depois voltasse para a frente da casa para brincar. O menino entrou, mas demorou a voltar. A mãe dele foi atrás e flagrou o sogro estuprando a criança.

A mulher gritou e pediu socorro. Segundo o BO, era por volta das 11h quando o denunciado praticou ato libidinoso diverso da conjunção carnal com o seu neto, na época com seis anos de idade.

A mãe do garoto pegou a criança e perguntou os motivos do crime. Ele disse que “que a vítima iria apenas sentar no seu colo, e que não pretendia fazer nada com o neto”.

Em depoimento, a mulher contou que não foi a primeira vez que ele cometia esses atos, e que o filho sempre reclamava quando retornava da casa do avô que ele tirava o pênis para fora da calça e pedia para a criança pegar. Ela disse ainda que reclamou com a avó, mas ela afirmava que o neto inventava coisas.

Condenação

Na data do fato a Polícia Militar foi acionada, mas o homem fugiu para Dourados. Ele foi encontrado posteriormente e preso. Em depoimento negou os fatos.

A vítima foi submetida a Exame de Corpo de Delito – Conjunção Carnal, porém não foi constatada lesão compatível com ato sexual. A vítima também foi avaliada pela equipe do CRAS, que por sua vez relatou ter ouvido da criança sobre o abuso ocorrido.

O avô foi condenado a 12  anos de reclusão, regime fechado, sem direito de recorrer em liberdade.Em tentativa de apelação para absolvição, o recurso foi negado pela Justiça. 

Leia Também

INCENDIOS
Incêndios e estiagem colocam 14 cidades do MS em situação de emergência
TRAGÉDIA NA IGREJA
Incêndio em igreja deixa dezenas de mortos; 18 crianças estão entre as vítimas
ACIDENTE FATAL
Motociclista morre em hospital horas após sofrer acidente em cidade do MS
C3 a Captiva são dois dos lotes mais visitados do leilão da PRF. (Foto: Divulgação) LEILÃO ONLINE
Leilão da PRF tem SUV a R$ 13 mil e C3 com lance a partir de R$ 5,9 mil, veja como participar
Foto: Midiamax FAKE NEWS
Criminosos usam nome do Midiamax para ataque político e jornal anuncia R$ 5 mil em recompensa
Kemylli continua desaparecida em Campo Grande - Crédito: Reprodução/Redes Sociais DESAPARECEU EM MS
DESAPARECEU: Ainda sem notícias, mãe segue na busca por Kemylli após sumiço em MS
ACIDENTE FATAL
Motociclista de 27 anos bate na traseira de trator e morre em vicinal
TRAGEDIA NA RODOVIA
Sete pessoas morrem e três ficam feridas em acidente entre caminhão e van
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Onze pessoas morrem após atirador abrir fogo durante briga de família
TRAGÉDIA
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista