Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
FEMINICÍDIO EM MS

Assassino de cabeleireira deve se apresentar ainda esta semana, diz advogado

14 Dez 2021 - 09h02Por Campo Grande News

Vendedor ambulante, Marcos Bezerra de Melo, de 45 anos, suspeito de matar a ex-namorada, a cabeleireira Jackeline Aparecida de Souza Galvão, de 37 anos, com um tiro na cabeça no domingo (12), deve se apresentar à polícia ainda esta semana, conforme informou o advogado dele Acrísio Venâncio da Cunha.

Segundo Acrísio, Marcos entrou em contato com ele logo após o crime. "Ele me ligou, disse apenas que queria colaborar e se apresentar", explicou.

Questionado sobre detalhes, o advogado comentou que ainda não viu Marcos pessoalmente e não entrou no mérito dos fatos. "Entrei em contato com o delegado. Ele me falou que ouvirá primeiro as testemunhas e ficou de informar melhor data e horário para a apresentação do acusado. Acredito que ainda esta semana", conta.

Marcos tinha passagens criminais por contrabando e tráfico de drogas. Ele já foi preso por descaminho em setembro de 2020 e pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira), em maio, por contrabando. Em outubro de 2014, foi preso por tráfico de drogas. Judicialmente, responde por apenas um processo por contrabando.

De acordo com as informações apuradas pelo Campo Grande News, Jackeline havia terminado com Marcos, vendedor ambulante, momentos antes. Durante a madrugada, o homem apareceu em um carro, que aparentava ser um Toyota Corolla e, ainda dentro do veículo, disparou contra a cabeleireira, que foi atingida no rosto.

Na ocasião, ele também atingiu a filha de Jackeline, uma jovem de 22 anos, depois fugiu em um carro.

Conforme a filha da vítima relatou para a polícia, o homem chegou a arrancar com o veículo após atirar contra a ex-namorada, no entanto, ao ver a filha dela, retornou e disse: "Vou te matar", disparando contra a jovem de 22 anos, que foi atingida no punho. Depois, ele fugiu.

Mãe e filha foram socorridas ao hospital local, mas devido à gravidade da lesão, Jackeline precisou ser transferida para a Santa Casa de Campo Grande, onde não resistiu ao ferimento e morreu. O caso foi registrado como feminicídio na Delegacia de Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Leia Também

SEGURANÇA PÚBLICA
Feminicídios reduzem 83,3% em Campo Grande, aponta Secretaria de Justiça e Segurança Pública
POLÍCIA FEMINICÍDIO
FEMINICÍDIO: Ex-marido mata mulher com machado na frente da filha de 4 anos e se entrega em MS
PLANTÃO CASO DE POLÍCIA
Mulher tenta pedir socorro, mas é morta com pedrada na cabeça em MS
Jardim MS News VÍTIMA IDENTIFICADA
Motorista que morreu em acidente era procurado pela polícia
Hoje de manhã, ainda havia vestígios do incêndio no local onde ocorreu a confusão.  INCENDIÁRIA
Mãe é presa após atear fogo em casa com bebê dentro
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
TENTATIVA DE ESTUPRO
Pai embriaga filha de 17 anos e tenta estuprá-la, mas ela consegue pedir socorro em MS
TRAGÉDIA NA RODOVIA
Médica morre e duas pessoas ficam feridas em capotagem na MS-164 em Ponta Porã
FATALIDADE
Homem morre após ser atacado por abelhas em cidade do MS
Bombeiros utilizam helicóptero, drone e cão farejador na busca por idosa que desapareceu há 8 dias em MS DESAPARECIDA
Bombeiros utilizam helicóptero, drone e cão farejador na busca por idosa que desapareceu há 8 dias