Menu
SADER_FULL
sexta, 21 de janeiro de 2022
Busca
CRIME BRUTAL

Acusado de esmagar cabeça e estuprar cadáver tem prisão mantida

A decisão é do juiz Murilo Moura Mesquita proferida na segunda-feira (10), durante audiência de custódia.

11 Jan 2022 - 14h33Por Reporter MT

A Justiça de Mato Grosso converteu, na segunda-feira (10), a prisão em flagrante de Wandeilson Soares Gomes, em preventiva, durante audiência de custódia, realizada no Fórum de Cuiabá.

Ele foi acusado de esmagar a cabeça de Umberto Alberico da Silva, 56 anos, e ainda estuprar o cadáver, em Várzea Grande.

A decisão é do juiz da 1º Vara Criminal, Murilo Moura Mesquita.

Umberto Alberico foi brutalmente assassinado com pedradas na cabeça na última sexta-feira (07), dentro de um centro comunitário abandonado no bairro Parque Del Rey. 

Em sua decisão, o magistrado destacou que a decisão pela conversão da prisão se baseia na intenção de resguardar a ordem pública, diante da gravidade concreta da conduta delituosa e “o perigo gerado por seu eventual estado de liberdade”.

"Diante do exposto, com fulcro no art. 310, inciso II, do CPP, presentes a materialidade delitiva, os indícios de autoria e o perigo gerado pelo eventual estado de liberdade do imputado, bem como diante da necessidade de garantir a ordem pública, CONVERTO A PRISÃO EM FLAGRANTE de WANDEILSON SOARES GOMES, com qualificação nos autos, EM PRISÃO PREVENTIVA, o que faço com fundamento no artigo 311 e seguintes do Código de Processo Penal, bem como pelo fato de se revelarem inadequadas e insuficientes as medidas cautelares diversas da prisão", decidiu Mesquita.

Acusado de esmagar cabeça e estuprar desafeto depois de morto foi absolvido de crime semelhante em VG

Consta no boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar no dia do crime, que Umberto foi encontrado com o crânio esmagado e sem roupas. Um amigo da vítima contou que viu o homicídio e contou para familiares do homem, que perseguiram Wandeilson até a casa dos pais dele onde ele foi preso.

Respondeu por crime semelhante

Wandeilson Soares Gomes já foi acusado de assassinar Fábio Ferreira dos Santos, conhecido como “Tatu”, na frente de um bar no bairro Portal da Amazônia, em Várzea Grande, em 2020.

De acordo com as investigações, a vítima também teve o crânio esmagado e teria sido supostamente estuprado após a morte. Todas as provas apresentadas pela Polícia Civil e relatos de testemunhas não foram suficientes para condená-lo e o acusado foi colocado em liberdade no final do ano passado.

Leia Também

LUTO NA PM
PM emite nota de pesar pela morte do Oficial Fátimassulense encontrado sem vida em hotel
LUTO NA PM
Ex-morador em Fátima do Sul, Tenente da PMMS é encontrado morto em quarto de hotel na Capital
PROCESSO
Mulher de Fátima do Sul processa Gustavo Lima por citar número de seu celular em música
Imagem Ilustrativa - Menina foi estuprada dentro de uma conveniência - Crédito: André de Abreu/Arquivo CRIME
Criança de sete anos é estuprada dentro de conveniência
Jaqueline Hahn Tente, SECIC DOURADOS
Delegacia de Atendimento à Mulher de Dourados passa a contar com intérprete de Guarani
SEGURANÇA PÚBLICA
Feminicídios reduzem 83,3% em Campo Grande, aponta Secretaria de Justiça e Segurança Pública
POLÍCIA FEMINICÍDIO
FEMINICÍDIO: Ex-marido mata mulher com machado na frente da filha de 4 anos e se entrega em MS
PLANTÃO CASO DE POLÍCIA
Mulher tenta pedir socorro, mas é morta com pedrada na cabeça em MS
Jardim MS News VÍTIMA IDENTIFICADA
Motorista que morreu em acidente era procurado pela polícia
Hoje de manhã, ainda havia vestígios do incêndio no local onde ocorreu a confusão.  INCENDIÁRIA
Mãe é presa após atear fogo em casa com bebê dentro