Menu
SADER_FULL
sexta, 14 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Brasil

Em um ano, 1.400 animais silvestres foram atropelados na BR-262

23 Dez 2011 - 14h11Por Campo Grande News

De acordo com monitoramento inicial feito no segundo semestre deste ano pela Universidade do Paraná, dentro do estudo de transformação da BR-262 em estrada ecológica, foi relacionado atropelamento de 1.400 animais de 88 espécies no período de um ano entre Campo Grande e Corumbá, num trecho de 410 km.

No trecho de 284,2 km entre Anastácio e Corumbá, em apenas dois meses de monitoramento, houve o atropelamento de 57 espécimes.

Segundo as estatísticas, o cachorro do mato é a espécie mais atingida nos acidentes, seguido pelo tamanduá-mirim. Durante monitoramento de dois meses foi constatada também a morte de um tamanduá bandeira, espécie ameaçada de extinção e de três jaguatiricas, também constantes da lista das espécies ameaçadas.

O Dnit está elaborando programas de gerenciamento de riscos e emergências ambientais, de recuperação de áreas degradadas, de educação ambiental e de comunicação social, para manter toda a comunidade envolvida no trânsito e habitantes das regiões cortadas pela rodovia, para conscientizar sobre o caráter especial da via, que atravessa um dos ecossistemas mais frágeis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Anitta posta foto pelada e recebe comentário até de Miley Cirus
DOURADOS - UNIGRAN
Acadêmico de Fisioterapia da UNIGRAN tem trabalho publicado em revista de âmbito internacional
IRREGULARIDADES
Prefeitura contrata funerária para transportar pacientes vivos em MT
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Dono de Padaria de 78 anos estupra filha de funcionária de seu estabelecimento
HB20 SEDAN
Conheça mais o HB20 Sedan
BORA PRA BONITO - MS
Alguns passeios fantásticos para você fazer em Bonito (MS)! E dicas legais
100 RISCO
OMS minimiza risco de novo coronavírus entrar na cadeia alimentar
HORÓSCOPO DO DIA
HORÓSCOPO DO DIA: Veja a previsão de hoje 14/08/2020 para o seu signo
CARA DE PAU
Cliente põe o próprio cabelo em lanche e tenta não pagar. VEJA O VÍDEO
VIOLENCIA DOMESTICA
Veterinária é agredida por ex-namorado médico e diz que tem medo de dormir em casa