Menu
SADER_FULL
sábado, 6 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
DEPUTADA DO MS

Deputada Rose Modesto é eleita sub-relatora na Comissão Externa que vai fiscalizar atuação do MEC

Deputada Rose Modesto é eleita sub-relatora na Comissão Externa que vai fiscalizar atuação do MEC

15 Mai 2019 - 09h53Por DEISE / ASSESSORIA - FOTOS: LEKA
A deputada federal Rose Modesto (PSDB/MS) foi eleita na noite de ontem (14/05) sub-relatora da Comissão Externa destinada a acompanhar o desenvolvimento dos trabalhos do Ministério da Educação (CEXMEC). O colegiado vai atuar na análise do planejamento estratégico do MEC, assim como de suas secretarias e demais órgãos. Será avaliado se programas estão sendo executados e, nos casos negativos, se foram substituídos por novas ações.
 
A CEXMEC, que será coordenada pela deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP),  teve a participação de parlamentares de 10 legendas – PSDB, NOVO, PDT, PSB, PT, PSL, PP, REDE, PPS,  PV  – na primeira reunião do grupo realizada ontem, que elegeu os sub-relatores.
 
Os parlamentares que compõem o colegiado decidiram criar a Comissão Externa em virtude da atual conjuntura de mudanças de ministros e de diversos secretários do MEC, arbitrariedades na condução da pasta, a preocupação generalizada com o futuro da educação no país. A preocupação existe porque passados quatro meses de gestão do presidente da República Jair Bolsonaro, os principais projetos da pasta estão paralisados ou arrasados. 
 
Para deputada Rose Modesto, “neste governo, nenhum ministério está tão perdido e desorganizado como o MEC. Agora, infelizmente, os cortes no orçamento. O pior foi a forma que o corte foi feito, sem comunicar nenhum gestor e atingindo várias etapas da educação, do ensino básico ao universitário. Se ações acontecem esta forma, o que nos preocupa é se o Enem está verdadeiramente no cronograma, como sub-relatora vou fiscalizar o calendário deste processo muito importante para milhões de estudantes que querem entrar no ensino superior, vou verificar se a prova obedece critérios que realmente avaliem o conhecimento destes estudantes”. 
 
A coordenadora da EXMEC, deputada Tabata Amaral  ressaltou que  “essa comissão foi criada no momento em que o ministro Weintraub assume a pasta herdando três meses e meio de atraso em que pouco ou quase nada foi feito pelo ministro Vélez. Temos uma preocupação muito grande de que essa paralisia prosseguisse e termos um ano perdido para educação. A nossa intenção é manter um diálogo aberto com o MEC e, ao mesmo tempo, exercer o nosso papel de fiscalizador . Nos preocupa muito que a guerra ideológica que está sendo travada pelo governo prejudique e até mesmo ameaça o que temos de mais sólido na educação, como é o caso das provas avaliadoras, como Enem, o Fundeb e a formação dos professores”.
 
O colegiado atuará na análise do planejamento estratégico do MEC, assim como de suas secretarias e demais órgãos. Será avaliado se programas estão sendo executados e, nos casos negativos, se foram substituídos por novas ações. Além disso, serão verificados os pontos críticos detectados até então. O bloqueio linear de 30% dos recursos de todas as universidades federais será um dos pontos analisados, assim como os problemas com o Enem.  O Ministério e seus órgãos serão procurados para coleta de informações sobre o planejamento e desenvolvimento das ações. 
 
A comissão também vai atuar em cinco temas considerados críticos no MEC: ENEM, Avaliações Periódicas de Desempenho, Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Formação de Professores e Orçamento.
Rose Modesto (PSDB/MS), Luísa Canziani (PTB-SP), Eduardo Bismarck (PDT-CE), Paula Belmonte (PPS-DF) e Professor Israel Batista (PV-DF) dividirão as relatorias dos temas.
 
Em dezembro, ao final dos trabalhos, será feito um relatório mostrando os resultados do acompanhamento e avaliando o desenvolvimento dos trabalhos do MEC.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA - PROJETO COMEMORA 01 ANO
Projeto "Adote uma Muda” comemora um ano, parceria entre Escola Estadual e Prefeitura em Vicentina
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
Saúde do Estado confirma 183 casos suspeitos e 152 confirmados em Fátima do Sul
GLÓRIA DE DOURADOS - BOLETIM COVID-19
Glória de Dourados sobe para 12 casos confirmados e 20 suspeitos, Confira o boletim
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM COVID-19
Com 183 casos suspeitos, boletim informa os casos ativos e recuperados de Culturama e Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 09 confirmados, chega a 152, Culturama também registra novos casos
FÁTIMA DO SUL - NOVO DECRETO
Multa será de até R$ 1.466 reais para infectado com Covid-19 descumprir quarentena em Fátima do Sul
EX-GLORIADOURENSE
FINAL TRISTE: Ex-gloriadouradense, Israel Tomáz é encontrado morto em chácara no Paraguai
ACIDENTE FATAL NA BR-376
Ultrapassagem pode ter causado acidente que matou dois em Vicentina, eles moradores de Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - IDENTIFICADAS AS VÍTIMAS
Identificadas as duas vítimas fatais do acidente em Vicentina, os dois homens são de Fátima do Sul
VICENTINA - 2ª VÍTIMA FATAL
Confirmada 2ª vítima fatal de acidente entre Corolla e Uno em Vicentina