Menu
quarta, 24 de abril de 2024
Busca
Busca
CUIDADO

Dengue mata 4 pessoas em uma semana e casos confirmados saltam para 4,3 mil em MS

Todas as vítimas eram idosas com idades entre 64 e 88 anos

3 Abr 2024 - 16h35Por Fátima News/ Redação

Nos últimos sete dias, Mato Grosso do Sul registrou quatro novas mortes por dengue, elevando a 10 o total de óbitos no Estado neste ano. Conforme boletim epidemiológico publicado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) nesta quarta-feira (3), todas as vítimas eram idosos com idades entre 64 e 88 anos. 

Conforme a Secretaria, aumentou também o número de casos confirmados da doença nos últimos sete dias, que saltou de 3.763 para 4.325 já identificados.


Sobre as novas mortes confirmadas, a SES inofrmou que tratam-se de três mulheres, de 64, 70 e 88 anos, que moravam en Amambai, Sete Quedas e Paranhos, e um homem, morador de Naviraí que tinha 73 anos. Os óbitos aconteceram poucos dias depois do início dos sintomas. 

Entre os municípios, Chapadão do Sul lidera com 791 casos, seguido de Campo Grande com 420, Costa Rica com 409, Aral Moreira com 323 e Ponta Porã com 285.

Os casos prováveis somam 11.708, um quarto de todos os registros de 2024, o que demonstra o avanço acelerado da doença. Quando comparada a média entre os casos prováveis e a quantidade de moradores, apenas 10 dos 79 municípios estão na faixa verde. São eles:


Ribas do Rio Pardo, Coxim, Paranaíba, Terenos, Anaurilândia, Nova Alvorada do Sul, Aquidauana, Fátima do Sul e Nioaque.

Sintomas da doença
Dengue é uma doença causada por vírus e transmitida, principalmente, pela picada de um mosquito da família Aedes, em especial o Aedes aegypti. As causas da dengue podem estar relacionadas à água parada, com desenvolvimento do mosquito. Por isso, ocorrem as ações de conscientização da Saúde e fiscalização nas residências.

Conforme a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), existem sintomas clássicos da dengue, como dores nas articulações e olhos, fraqueza, dores de cabeça e febre, contudo o diagnóstico deve ser feito durante atendimento médico.

O que fazer no combate à dengue
Caixas d’água, cisternas, tonéis, tambores e filtros necessitam ser tampados. Até mesmo reservatórios de eletrodomésticos devem passar por uma vigilância frequente, como é o caso de geladeiras e climatizadores.

Verifique se a sua geladeira tem um coletor de água do degelo automático (fica na parte de trás, perto do motor). Caso tenha, é preciso limpar com água e sabão a bandeja onde a água é acumulada, pelo menos uma vez por semana. No caso de climatizadores ou aparelhos de ar-condicionado, é necessário retirar o compartimento, esvaziá-lo e lavá-lo.

Ralos limpos e com aplicação de tela evitam o surgimento de criadouros. Além disso, é importante saber que a água com larvas não deve ser derramada em ralos ou na pia – lugares que podem gerar acúmulo –, mas sim na terra ou no cimento quente.

Um modo de prevenir criadouros é descartar objetos no lugar correto e levar o lixo para fora de casa somente no dia da coleta, por exemplo. Recipientes e sacos plásticos, garrafas, latas, sucatas, ferro-velho, entulhos em construção, tudo isso pode ser foco do mosquito.

Furar o fundo das latas e, se possível, amassar, tampar latas de tinta e deixá-las em local adequado, enviar sacos plásticos para reciclagem, amassar copos descartáveis e manter garrafas com tampas ou viradas para baixo são algumas medidas que podem ajudar a eliminar o acúmulo de água.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

COMBATE A INCÊNDIOS
Parceria entre Governo de MS e Marinha possibilita pesquisa, atendimento médico e combate a incêndio
TREINAMENTO
Policiais penais recebem treinamento avançado em serviços de escolta
PROJETO
Projeto "Entre Elas" promove resgate de autoestima e integridade para reeducandas e egressas
Entretenimento
Encontro Nacional de Violeiros do MS acontece neste fim de semana em Vicentina, veja a programação
BOLHA DE CALOR - Foto de capa: Saul Schramm Nova onda de calor
Mato Grosso do Sul terá nova onda de calor com clima desértico em abril

Mais Lidas

FOTO: BLOG FAVO DE MELFÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul com tristeza se despede do querido amigo Mirão, família informa sobre velório
MEGA-SENA - Foto: Tânia Rego/ Agência BrasilSORTUDOS DE MS
Sortudos de MS faturam R$ 202,8 mil na quina da Mega-Sena; DEODÁPOLIS e mais 13 cidades na lista
FEMINICÍDIO
Família se despede de Andressa em velório após ser atropelado por marido
José Braga tinha 77 anos de idade - (Foto: Rede social)LUTO
Morre José Braga, ex-vereador em Dourados e Fátima do Sul
ASSASSINATO
Mulher morta com 30 facadas desistiu de programa por achar assassino 'muito feio' em MS