Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 25 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
SEM CHUVA

Cadê ela? Com bloqueio atmosférico, cidades de MS completam 30 dias sem chuvas significativas

Há dois dias, uma breve garoa caiu em alguns bairros, mas sem refresco para umidade do ar

16 Mai 2024 - 16h15Por Fátima News/ Redação

Dificuldade para respirar, postos de saúde cheios de pacientes com problemas respiratórios e favorecimento de incêndios florestais. Tudo isso desencadeado pela baixa umidade do ar que Campo Grande enfrenta. A cidade completa 30 dias sem chuvas significativas, aliados a mudança do tempo quente para o frio nos últimos dias.

Esta previsão já havia sido alertada pelo Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), pois há atuação de uma alta pressão atmosférica. Este sistema meteorológico continua favorecendo o bloqueio atmosférico sobre o centro do país, inibindo a formação de nuvens e chuvas em grande escala.


O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) indica que no dia 16 de abril, as três estações marcaram volume considerável, sendo 43 milímetros na Vila Santa Luzia, 36,8 mm na estação da UPA Aparecida Gonçalves e 28,6 mm no ponto próximo ao Núcleo Industrial.

Já no dia 17, a precipitação alcançou 37,8 milímetros na estação da Vila Santa Luiza e marcou 24,8 mm no ponto próximo ao Núcleo Industrial. Desde então, o Inmet não contabiliza precipitações registradas na Capital. O Cemtec pontua acumulado de 16,6 mm em Campo Grande no dia 21 de abril.

Aliado a falta de chuvas, a cidade ainda enfrentou 15 dias em alerta da onda de calor, encerrada no dia 12 de maio. Durante esse período, Campo Grande registrou temperaturas 5°C acima da média, em pleno outono.

Segundo o midiamax, ameno no calorão só foi possível com a chegada de uma frente fria, na última segunda-feira (13). O Cemtec explica que a passagem deste sistema meteorológico favoreceu a quebra do bloqueio atmosférico e aumento de nebulosidade, mas chuvas estavam esperadas apenas para a região sul, sudoeste, oeste e sudeste do Estado, o que também não ocorreu.

Sem chuvas
O refresco não deve chegar nos próximos dias, sem previsão de chuva até dia 20 de maio, segundo o Inmet. Há baixíssima probabilidade de água na região central de Mato Grosso do Sul.

No último informativo do Cemtec, as imagens de satélite mostravam muitas nuvens sobre a cidade devido à passagem da frente fria. Entretanto, a previsão indicava muita nebulosidade, sem previsão de chuva significativa, ou seja, se ocorresse, seria apenas chuva fraca ou garoa.

 

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

BENEFÍCIO
Beneficiários com NIS final 3 recebem Bolsa Família nesta terça-feira
RECUPERAÇÃO ASFÁLTICA
Deputada trabalha pela recuperação asfáltica da BR-463, em Dourados
SHOWTEC
Com 160 expositores, Showtec apresenta em Maracaju novas tecnologias e serviços
CELEBRAÇÃO
Dia Internacional da Biodiversidade será celebrado com evento no Bioparque Pantanal
ATENDIMENTO A POPULAÇÃO
Iguatemi: Mara Caseiro solicita equipamento para atender associação de apicultores

Mais Lidas

VICENTINA DE LUTO
Vicentina se despede de Nayara Ferreira, Pax Oliveira informa sobre velório e sepultamento
Brasil
Conheça os finais dos principais personagens de "América"
Foto: Redes SociaisORGULHO DO MS
Campo-grandense é a 1ª e única mulher a pilotar o maior avião da FAB
(Reprodução, Câmeras de Segurança, Redes Sociais)DESPEDIDA
Morre adolescente atingido por caminhonete em cruzamento, família pede ajuda para realizar o enterro
FOTO: GEONE BERNARDOFRENTE FRIA CHEGANDO
Prepare o guarda-chuvas: com aproximação de frente fria, confira a previsão do tempo